segunda-feira, 8 de março de 2010

Percy Jackson, a nova saga para o cinema

Percy Jackson é um garoto que mora com sua mãe e o padrasto alcoólatra. Na escola vive perseguido por seus professores e acaba por se mostrar o rebelde típico de sua idade.

Mas Percy não sabe ainda que é filho de Poseidon, um grande deus da mitologia grega, rei dos mares. O problema é que Zeus está furioso com Poseidon, querendo iniciar uma guerra por achar que Percy é o ladrão de seu raio poderoso.

É então que Percy ficará sabendo sua verdadeira identidade de semideus e passará a viver ao lado dos olimpianos, tentando salvar sua mãe das mãos do deus Hades, que a captura para chantagear Percy. Agora ele terá que provar a Zeus que não roubou o seu raio, e segue com seus amigos Grover e Annabeth em sua aventura.

Adoro a mitologia grega. Esse é o ponto positivo. Não li o livro, mas já adianto que a saga é grande: cinco livros do autor Rick Riordan. E, provavelmente, cinco filmes contando a história de Percy Jackson no cinema.

Achei o teor da história interessante, pois como já disse, curto esse lance de histórias mitológicas. Sou fã daquele filme épico Fúria de Titãs (esse ano tem remake em 3D!), o tal Perseu, Andrômeda...lembro-me do medo que tinha da Medusa. E aquele filme Odisséia, com as presenças de Poseidon (aqui também), Odisseu e Telêmaco. Muito bom.

Mas vamos focar nessa nova saga agora. Não estranhe se achar qualquer semelhança entre Percy Jackson e Harry Potter . O começo do filme já nos faz lembrar do famoso bruxinho. Não é à toa também, pois seu diretor é Chris Columbus, o mesmo dos dois primeiros filmes de Harry Potter.

Mitologia misturada ao século XXI. Imagine, com tanta tecnologia, herois lutando com espadas, como antigamente. Tudo acontece, mas ninguém vê. Bom, foi essa a impressão que tive, pois o foco fica mesmo nos três personagens principais: Percy, Grover e Annabeth (o que mais parece Harry Potter, Rony e Hermione). Não vemos mortais envolvidos, com exceção a mãe de Jackson. Ou seja, ninguém vê nada, o mundo está caindo, coisas quebrando, mas está tudo bem.

O pobre coitado do Percy cai de paraquedas em uma missão e tem que saber fazer tudo e se virar bem sozinho (Potter em sua maneira de ser). Além de que, é sempre perseguido na escola, sendo o centro de tudo, motivo de atenção por fazer coisas que ninguém consegue ou ser filho de alguém importante (Potter na maneira de agir e ser visto).

A história é boa, mas não está bem aproveitada. Poderia ser melhor. Tudo muito óbvio, muito fácil. Harry Potter ainda é melhor. É mais original.

Mas esse é o primeiro filme da saga, vamos esperar que melhore, pois se melhor explorado, tem tudo pra ser boa bilheteria.

No elenco Logan Lerman (Percy Jackson), Alexandra Daddario (Annabeth), Brandon T. Jackson (Grover), Kevin McKidd (Poseidon), Sean Bean (Zeus), Uma Thurman (Medusa).



Um comentário:

  1. Acabei de assistir e confesso que achei um pouco chatildo. Talvez pelo clima, mas achei muito corrido mesmo, as coisas acontecem, como você falou, de forma rápida e fácil. Enfim, vamos esperar, mas não sei se minha opiniao mudará...

    ResponderExcluir