terça-feira, 2 de março de 2010

Hoje teremos segundo capítulo de Flashfoward na AXN

Chegando próximo ao final de Lost, eis que surge algo misterioso para tentar ocupar o lugar e sucesso. Flashforward é uma série baseada no livro de Robert J. Sawyer (esse último nome lembra algo?), exibida nos E.U.A. pela ABC, e no Brasil pela AXN. Aqui, estreou na última terça-feira, 22/02. Nos E.U.A., vem sendo exibida desde setembro do ano passado.

A história se baseia em um evento que aconteceu em todo o planeta, onde por 2 minutos e 17 segundos, todos os habitantes perderam a consciência sem nenhuma explicação. Durante esse desmaio coletivo, as pessoas tiveram cenas de suas vidas no futuro, o que deixou alguns felizes e outros nem tanto.

Mark Benford (Joseph Fiennes), é um agente do FBI, que tem uma vida tranquila ao lado de sua mulher, a Dra. Olívia (Sonya Walger – a Penny de Lost – tá aí mais uma coincidência com a série Lost), e vê sua vida arruinando após as visões de flashforward. Olívia vê cenas em que está com outro homem, sugerindo que está traindo ou teria abandonado o marido, e Mark se vê alcoólatra e perseguido por indivíduos misteriosos.

Agora a equipe de Mark irá tentar descobrir o que causou o desmaio coletivo. Porém, muitas desgraças aconteceram no momento, pois ao perderem a consciência, os que estavam em aviões, carros, e outros locais de risco, acabaram por se acidentar ou morrer. O caos está formado e a chave do mistério começa ao saber em um vídeo que um indivíduo esteve acordado durante o episódio ocorrido no mundo.

Hoje vai ao ar o segundo capítulo de Flashforward na AXN, às 22h. Já assisti a dois capítulos, e até que estou achando interessante. Se vai conseguir ser tão instigante como Lost, precisaremos esperar, mas ainda duvido.

Um comentário:

  1. A 2ª parte da matéria sobre a REDE MANCHETE já está no blog...
    acesse e continue lendo a história dessa emissora inovadora e que deixou saudades

    em relação a FlashForward, nem sei se vai conseguir o sucesso de Lost, mais que a idéia é boa e intrigante, isso é!

    ResponderExcluir