domingo, 27 de novembro de 2011

Crítica: Não Sei Como Ela Consegue

Sabe aquelas histórias onde o assunto é a mulher que tem marido, filhos, cachorro, e ainda por cima é bem sucedida no trabalho? Pois bem, esse é o assunto em Não Sei Como Ela Consegue (I Don't Know How She Does It), uma comédia romântica onde essa mulher, Kate Reddy, é Sarah Jéssica Parker.

Kate é do tipo super dedicada, principalmente no trabalho, onde almeja uma promoção. Mas toda essa dedicação faz com que seja meio falha em algumas coisas de sua própria vida, e com isso, marido, filhos, e afazeres da casa ficam sempre em segundo plano.

O marido até leva a história de boa, até aparecer o novo colega de trabalho. Jack é um homem solitário, totalmente fixado no trabalho, e agora que passará a conviver com Kate aprenderá que a vida é muito mais que serviço.

Deu para perceber que é bem previsível, não é mesmo? Uma mulher dividida entre o trabalho e sua família. E tudo isso para saber como ela consegue se virar bem e dar conta de tudo. Mas será mesmo que é possível dar conta de tudo ao mesmo tempo?

O filme mostra aquelas cenas onde o personagem dialoga com os telespectadores, o que eu acho bem chato, por sinal. Mas há quem goste desse tipo de apresentação.

De um modo geral, o que dá para se salvar aqui é a lição de moral final, que ensina aos casais a importância de algumas coisas na vida. Um longa um tanto chatinho, apesar de que algumas mulheres poderão gostar.

2 comentários:

  1. Sou suspeita para falar. Tô louca pra ver a Sarah na telona! rs

    Acho que seria uma comédia agradável, não o filme favorito, mas gosto do tipo.

    ResponderExcluir
  2. Vixi, é aqueles filmes que se sabe começo meio e fim...heuehuehue, Sarah Jessic só no Sex and the City mesmo...

    ResponderExcluir