quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Cãozinho Lobo paga pela crueldade e irresponsabilidade de seu dono


Hoje pela manhã fiquei sabendo da morte de Lobo, o rottweiller que foi arrastado pelo carro de seu dono na cidade de Piracicaba.


O cara alegava que não havia visto o cachorro sendo arrastado, apenas confirma que o tinha amarrado na caçamba de seu carro. Provavelmente o cão pulou e acabou sendo arrastado, o que lhe custou muitas feridas pelo corpo e uma pata amputada.


Dizem que o mecânico, dono do animal, estaria bêbado, e não deu a mínima para os ferimentos de Lobo, que foi socorrido pela ONG Vira Lata Vira Vida. A veterinária que o tratou teria até mencionado o desejo de ficar com ele, assim como outras pessoas que se comoveram com a história.


Infelizmente o cachorro não resistiu aos ferimentos e morreu nesta madrugada. Um final muito triste para esse animal, mas que deixa mais uma vez indignação quanto às leis existentes no país para quem pratica crueldade contra animais.


A pena do mecânico que causou tudo isso foi uma multa de R$ 1.500, além de responder um termo circunstanciado que poderá dar até dois anos de prisão ao acusado, ou seja, nada. Isso será convertido em pagamentos de cestas básicas e acabou-se a história.


O cara já chorou na TV, dizendo que não teve a intenção. Ok, até acho que não teve mesmo, mas teve a irresponsabilidade de não socorrer o bichinho, deixando-o para agonizar até a morte, se não fosse pessoas sensibilizadas o socorrerem.


Insisto, penas mais severas deverão ser criadas, pois as pessoas têm que tomar consciência de que animal sofre dor tanto quanto nós. Sugiro que sejam incluídos nessas penas a obrigação de quem pratica maus-tratos contra animais em ajudar financeiramente com ONGs que trabalham em prol deles, e também o trabalho participativo dentro dessas instituições. O que precisa ser criada é a consciência, e essas medidas poderiam ajudar muito.

Fica aqui mais uma vez minha indignação e esperança de melhores tratamentos e leis que protejam essas criaturas indefesas. 
 
Fonte: Pet Rede
Foto: Divulgação


2 comentários:

  1. Silvia, eu também fico indignada com esses acontecimentos absurdos com animais. Concordo que as penas DEVEM ser mais severas pra que coisas horríveis como essa nunca mais aconteçam.

    Bjs, Néia

    ResponderExcluir