sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

O mesmo Cage em Vício Frenético


Somente agora consegui assistir a esse filme de Nicolas Cage, Vício Frenético (Bad Lieutenant: Port of Call New Orleans). E que decepção.

O filme, com direção de Werner Herzog, é um característico policial. Nele, Cage faz o papel de Terence, um policial que acaba se envolvendo em corrupção e se viciando em drogas fortes. Namorando uma prostituta (Eva Mendes), divide seus momentos entre as investigações policiais e os prazeres com drogas ao lado dela.

O filme começa sem pé e termina sem cabeça. Do tipo que nada se liga com nada. Algumas cenas onde Terence sofre alucinações ficamos sem entender qual foi a mensagem. Nelas, jacarés e iguanas entram no meio do delírio do chato policial.

Já vi críticos falarem bem do filme, mas sinceramente, na minha lista ele não passa. Já acho Cage um cara bem sem-gracinha, sem sal e sem açúcar, do tipo “faço sempre a mesma cara” na alegria ou na tristeza. A maioria dos filmes que ele faz parece estar fazendo sempre o mesmo personagem.

Vício Frenético é bem o tipo alternativo, que mostra a realidade corrupta policial, mas muito sem noção. Não recomendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário