segunda-feira, 31 de maio de 2010

FlashForward termina com novo flashforward

Spoilers pra quem não viu a série

A série da ABC (EUA) e AXN (tv paga, Brasil), FlashForward, teve seu final na última quinta-feira, 27 de maio.

A história tratava sobre o decorrer de acontecimentos após um “apagão” mundial, onde as pessoas permaneceram desmaiadas durante um pouco mais de dois minutos, tendo visões (flashforwards) de possíveis futuros acontecimentos de suas vidas.

Mark Banford era o personagem principal da série, o agente do FBI que teve como flashforward a visão de sua morte, que se daria seis meses após o dia do “apagão”. Todos tiveram visões que aconteceriam no mesmo dia, o que fez com que pessoas tentassem mudar ou corressem ao encontro de seu destino.

FlashForward começou como uma ideia boa, chamada até de “sucessora” do sucesso Lost, mas tropeçou durante seu decorrer e acabou mesmo com uma primeira e única temporada. O tema é bom, mas foi muito mal explorado.

A primeira fase da primeira temporada já desempolgou bastante. No retorno das férias, a série tentou acelerar, mostrar fatos importantes, mas já era tarde, a segunda temporada não foi aprovada.

O fato de já saberem (ou acharem que sabiam) seu futuro fez com que alguns personagens de fato tentassem mudar isso. É o caso de um agente do FBI que acabou por se jogar do alto do edifício, pois não queria ser o motivo da morte de outra pessoa. A partir daí, todos perceberam que poderiam tentar mudar suas vidas. Foi o que aconteceu com o agente Demitri, que não viu nada em seu flashforward, o que o fez acreditar que estaria morto dentre a seis meses. Mas isso não aconteceu, ele sobreviveu ao dia que seria de sua morte e acabou vivo no final da série.

Já Aaron, que tinha sua filha como morta, a viu viva durante o desmaio. Ela de fato apareceu, mas foi raptada, sumiu de novo, e ele meio que se afastou do núcleo da série, já que era um grande amigo e compadre de Banford e viviam juntos no começo da trama. Ficou meio sem sentido sua história, principalmente a parte em que ela morre e volta à vida ao final. É forçar demais a barra.

Agora o que não gostei foi a relação Mark + Olívia + Lloyd. Muito ridícula a maneira que foi colocada a traição de Olívia com relação a Mark. Lloyd aparece de repente no flashforward dela, como seu namorado, o que a deixa intrigada. Promete então a Mark que isso nunca acontecerá, mas basta conhecer o cara que nem ela acredita mais que resistirá ao charme do cientista. E isso de fato acontece.

O final demonstra que Olívia não tem certeza se fez o certo, já que no dia dos acontecimentos referentes aos flashforwards de todos, emociona-se ao ver como Mark é carinhoso com sua filha e tenta até se afastar de Lloyd, o que não acontece devido à insistência dele em estar ao seu lado para que todo o “futuro” dê certo.

Mark consegue então resolver o seu mosaico e desvendar quando será o próximo apagão, o que acontece a algumas horas depois. Porém agora, sabendo quando será o próximo evento, foi possível avisar ao mundo todo e evitar os acidentes e catástrofes que aconteceram no primeiro apagão. Então no novo evento todos estavam tranquilos, em lugares seguros, e acabam por desmaiar novamente.

Mas o final de FlashForward deixa um aberto na questão, como se fosse uma tentativa para forçar uma segunda temporada, já que acaba com esse novo flashforward. Vemos Mark Banford caçando um por um dos mascarados que queriam mata-lo e jogar-se pela janela do prédio do FBI para tentar se salvar da explosão da bomba. Eis que ocorre o novo apagão. E como futuro, vemos Charlie, sua filha, agora já moça, dizendo que “o encontraram”. Com certeza estava referindo ao seu pai. Mas fica a questão: ele desapareceu naquela ocasião em que se jogou da janela ou já era outro fato futuro? Mesmo porque, se desapareceu naquela ocasião, de fato não dá mais pra seguir a série, já que, pelo tamanho em que vimos Charlie, ele ficará muito tempo no esquecimento.

E assim como essa questão, muitas outras ficarão, já que não houve um encerramento de fato. A série não foi ruim, mas poderia ter sido muito melhor. Ainda acabei dizendo que queria ver mais. E pra quem ainda não viu, a Globo é quem adquiriu os direitos para exibir a série na tv aberta. Basta saber se a emissora vai apresentar mesmo o programa devido a baixa audiência que a série teve.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. OIIII.. obg por me seguir!!! vc nao tem banner pra eu divulgar seu blog no meu?!!? beijos ♥

    ResponderExcluir
  3. Que triste... Não assisti o seriado por completo, só os três primeiros episódios, mas antes mesmo de assistir eu já queria ver esse seriado devido a uma reportagem de jornal comentando sobre a estreia do mesmo (isso faz tanto tempo, rs)... Agora que estou assistindo o seriado, fico triste de saber que não vai ter um final...

    ResponderExcluir