segunda-feira, 5 de abril de 2010

Comédia “Cadê os Morgan?” é cansativa e sem graça

Dirigida por Marc Lawrence e estrelada por Hugh Grant e Sarah Jéssica Parker, a comédia Cadê os Morgan? (Did You Hear About the Morgans?) conta a história de um casal recém-separado que ainda sofre com as causas que levou a essa separação.

Meryl é uma grande corretora de imóveis, muito conhecida em seu meio de trabalho, e Paul Morgan o marido que ainda acha que o casamento pode ser reatado. No final de um jantar acabam presenciando um assassinato, o que faz suas vidas virarem do avesso. Perseguidos pelo criminoso, são obrigados a entrar para o programa de proteção a testemunha que os transfere para uma cidadezinha perdida em Wyoming. Loucos pela vida agitada em Nova York e as maravilhas da tecnologia, entram em desespero ao se verem isolados nas montanhas, mas também descobrem mais sobre seu casamento no meio do nada pra fazer.

Um enredo fraco e uma atuação mais fraca ainda. O casal Morgan é chato, perto do insuportável. Ele, um tremendo babaca que corre atrás da esposa que o largou após descobrir uma traição. Ela, uma chata de galocha, que se acha, apesar de ser boa mesmo no que faz, mas totalmente dependente de celulares e computadores, mesmo que isso ponha em risco sua própria vida.

A comédia tem poucas coisas engraçadas, tornando-se monótona durante a “d.r.” (discussão de relacionamento) do casal. Provavelmente, não irá entusiasmar aos que forem conferi-la no cinema.

2 comentários:

  1. Um dos pontos que poderiam chamar a atenção é o casal principal, já que Hugh Grant é especialista neste tipo de comédia e Sarah Jessica Parker é uma atriz simpática, mas pelo jeito desta vez o roteiro não ajuda muito.

    Até mais.

    ResponderExcluir
  2. Engraçado, a comédia não é escancarada e fala sobre pontos de vista. Sem perder a sensibilidade.

    Gosto muito da Jessica e acho que eles tiveram química na atuação. Portanto, o filme me surpreendeu sim. Por ser uma comédia bem diferente, ou seja, de um casal já casado, recém separado. Nada perfeito ou digno de finais felizes.

    Achei moderna e adorei vê-los atrapalhados. Adorei tb a abertura, só o british já vale. Ri muito e recomendaria. Foi mais do que eu esperava!

    ResponderExcluir