sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Pedra mágica muda vida de adultos e crianças

Estreia hoje (28/9) nos cinema de São Paulo o filme “A Pedra Mágica” (Shorts), do diretor e roteirista Robert Rodriguez. A história que promete agradar adultos e crianças é narrada por Toby Thompson (Jimmy Bennett), um garoto de 11 anos solitário e inteligente que vive fugindo das provocações e pancadas dos seus vizinhos da vila Black Box. A vila é a morada de todos os funcionários da empresa de mesmo nome e de propriedade do sr. Black (James Spader), um patrão enérgico que inventou uma caixinha preta que tem diversas funções, até as mais inimagináveis.
Toby tem contato com a “pedra mágica”, que realiza os desejos de quem a tem em mãos. Mas não será só ele que terá essa oportunidade. Gosmento (Trevor Spader), Mala (Rebel Rodriguez), Raio (Leo Howard), Xereta (Jake Short) e Helvetica (Jolie Vanier), também terão a oportunidade de ter a poderosa e misteriosa pedra e fazerem pedidos malucos.
O problema é quando a pedra cai em poder dos adultos. Pode estar aí uma das possíveis mensagens dos filmes, sobre o pedido inocente de uma criança e a ganância de um adulto.
O que é legal no longa é o fato da história ser contata fora de ordem. Ótima sacada do diretor, e um desafio de muita atenção do espectador, que precisa ficar ligado em cada momento da história contada de forma irregular.
Filme agradável e interessante para crianças um pouco maiores e pré-adolescentes, pois apesar da aventura oferecida, não há atrativos para crianças que ainda gostam de desenhos animados e bichinhos. Vi um monte delas chorando e reclamando durante o filme.
No elenco ainda tem Jon Cryer, Leslie Mann e Willian H. Macy.
Fotos:
Início da página: Momento em que Gosmento encontra a pedra mágica. Foto do meio: O enérgico e prepotente sr. Black. Foto acima: Toby enfrenta o monstro da meleca para recuperar a pedra.
 
Fotos: Warner Bros. Pictures

Nenhum comentário:

Postar um comentário