segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Par Perfeito: chato e dispensável


De fato, um par perfeito no quesito atores carismáticos. Katherine Hiegl e Ashton Kutcher são protagonistas desta comédia romântica, Par Perfeito (Killers), que na verdade, não é bem assim como soa o título em português...


Jen (Heigl) é uma mulher solteira que vive pressionada pelos pais para encontrar o partido perfeito para o casamento. Em uma viagem com a família para a bela Nice francesa, conhece Spencer (Kutcher), um bonitão envolvido em situações estranhas que acontecem no local. Só que o interesse de Jen é tão grande que ela não percebe, ou não parou para perguntar o que de fato Spencer fazia para ganhar a vida. Ele, na verdade, é um matador de aluguel, contratado pelo governo.


O casamento vai bem, até o dia em que a cabeça de Spencer é colocada a prêmio. Ele se torna então alvo de outros matadores de aluguel, e terá que fugir para sobreviver. É então que sua mulher descobre em que de fato ele trabalha.


O filme, que tem a direção de Robert Luketic (A Verdade Nua e Crua), e a atuação do eterno Magnum, Tom Selleck, apresenta até o que seria um roteiro interessante. Mas o filme não é.


Apesar de atores carismáticos, os mesmos não apresentam uma boa sintonia na trama. Acaba sendo um joguinho de esconde-esconde, onde Jen terá que decidir se está ou não do lado do marido, e se o acompanha na loucura verdadeira que é sua vida. Só que essa fuga é tão ridícula, mas tão ridícula, que eles dão voltas e voltas, mas não saem do mesmo lugar, ou seja, da pequena cidade onde moram. Tudo acontece ali.


Além de uma história sem graça, tem ainda os penduricários, que são sogro, sogra, vizinhos, tudo em cima da vida do casal. O que era para ser uma comédia romântica, com uma boa mescla de ação, acaba por ser um filme chato e sem atrativo nenhum.

3 comentários:

  1. São todas as comédias românticas, que o gênero está estrangulado... faltam idéias novas e criativas.

    Até mais

    ResponderExcluir
  2. Silvia!! Adorei o seu blog!!
    Pra falar a verdade queria escrever sobre séries, filmes, novelas,etc!!AMO uma televisão!
    Eu estava com vontade de ver esse filme...não vale à pena então?
    bjos

    ResponderExcluir
  3. Thank you very much for this article!
    For a long time I have done exactly what you warn against. This article was a slap in the face - but a needed one.
    That being said, what is the value of an intuitive explanation? Is it to give a lay person an "ah-ha" moment? Is it good to have SOME understanding, even if it is "vague and mush?"
    nike air max
    air max 2009
    nike air max 2009

    ResponderExcluir