segunda-feira, 9 de maio de 2011

Review: Glee 2.19 – Rumors



Este episódio se resume um uma única coisa: fofoca.
April retorna para tentar convencer Will a realizar seu maior sonho que é cantar na Broadway. Ao ver os dois juntos, Emma se sente enciumada, porém parece estar se esforçando para se livrar de suas neuras. Ela chega a comer uma uva sem lavar, e Will vibra com a sua evolução.
Enquanto isso, os alunos da McKinley estão fomentando as fofocas que estão saindo num jornalzinho de quinta categoria na escola, “O Fuçador”. Quem estaria por trás disso? Claro, e já evidente que Sue Sylvester. Já disse e não canso de dizer que essa situação está cansando. As crises neuróticas de Sue estão conseguindo ultrapassar as da Emma e serem mais irritantes.
Britanny aparece em seu talk-show “Fondue para dois”, onde mostra seus dotes de artista e aproveita para apimentar algumas fofocas. Rachel ouve os rumores de que Quinn estaria saindo com Sam novamente e tenta provar para Finn que ela o trai. Os bonitinhos são pegos saindo de um motel. Aliás, não foi só Quinn que saiu de um quarto com Sam. Kurt também andou fazendo umas visitinhas e levanta suspeita de uma possível homossexualidade do projeto de “Bieber”.
 A escola está infestada de fofocas e maldades espalhadas pelos pupilos de Sue, até descobrimos que April também está trabalhando para ela. Tirando o professorzinho dali, Sue ficaria livre do Glee Club.
O episódio não agradou, foi fraco e sem muito roteiro. Destaque para Britanny e para Sam, que ao final mostra o porquê de seus encontros com Quinn e Kurt. Na verdade, os pais de Sam estão falidos, e eles se viram obrigados a viver em um quarto de motel. Sem dinheiro, ele recebe agora ajuda de seus amigos que não pouparam esforços na solidariedade.
As músicas aqui também não foram das melhores, e no final acabamos com aquele sentimento de que a falta roteiro e de algo bom matou mais um episódio.

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário