terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Review: The Big Bang Theory: 5.11 - “The Speckerman Recurrence”


Episódio focado em bullyings. Tanto sofrido por meninas, como por meninos.
Cara, não tem como, parece lei, mas nerd tende a sofrer muito bullying na escola, e é isso o que esse episódio vai provar. O desafeto de Leonard, Speckerman, é um baita “João Grandão”, que tem cara de folgado mesmo. Mas, se nunca gostou do nerd, porque o chamou para sair, via Facebook? O legal foi ver Leonard relembrando tudo o que o cara fez de mau pra ele, e Sheldon lembrando que há mais coisas sofridas causadas até por outras garotas.
Enfim, Leonard foi ao encontro com a galerinha e o cara queria que o gênio inventasse um óculo 3D para ver qualquer aparelho de TV nesse formato. Tá, o cara quer ficar rico nas custas de quem só queria zoar....
Mais interessante foi ver as meninas comentando o que sofreram. Quer dizer, Amy e Bernadette, que eram motivos de piadas na escola. Claro que Penny sempre viveu de boa naquela fase, ela sempre fez o tipo burrinha e oferecida, e é exatamente esse o tipo que gosta de judiar das nerds e quietinhas. Engraçado as meninas percebendo o quanto Penny era má com as garotas da escola e que no fundo ela é a burrinha de seu grupo.
E aquela história de doar algo para a caridade? Penny, claro, não queria doar nada de suas coisas, mas aceitou a situação por livre e espontânea pressão das amigas. O duro é chegarem lá e perceberem que as doações eram boas para levar pra casa. Aff... Ao invés de fazer compras de roupas novas, é só ir buscar no bazar de doações. Até Bernadette, que achou isso um absurdo, aderiu às loucuras de Penny. Ainda bem que no final desistiram disso, né?
O final do episódio foi meio besta, esperava mais de uma briga com o grandalhão. Aliás, achei o episódio todo meio sem graça, você até dá risadas, mas ele não acrescenta em nada a história de nossos queridos nerds.
Ver Sheldon e Leonard correndo pelas escadas para fugir de Speckerman não foi algo inteligente. Acho que eles poderiam derrota-lo com um jogo de palavras, por exemplo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário