sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Crítica : Gato de Botas (Puss in Boots)




 

 

Simplesmente emocionante! Mesmo que você não seja fã incondicional de gatos, como eu sou, não dá para resistir ao charme do Gato de Botas (Puss in Boots).

 

Para quem pensou que o filme teria algo a ver com Shrek, esqueça. Aqui conheceremos a verdadeira história do gatinho que encantou a saga do ogro com seus olhinhos de piedade.

O Gato de Botas é temido e conhecido como um menino mal, procurado por roubar a comunidade da pequena San Ricardo. Enquanto foge, conhece a bela Kitty Pata-Mansa, uma gatinha que não tem garras, mas dança muito bem. Ela e Humpty Dumpty, ex-amigo do Gato, tentam o convencer para roubar os feijões mágicos que estão com Jack e Jill, para enfim chegar ao ganso dourado e conseguir ovos de ouro.

O Gato irá contar a história de sua infância, como conseguiu suas botas e como foi o início e fim de uma amizade com Humpty Dumpty. O filme promete muita aventura, dança e momentos engraçados.

Um ponto interessante da animação é ver como o diretor (Chris Miller) usou a realidade felina para o universo dos gatos. Porque Gato de Botas não é só um gato que anda, dança e fala, já que ainda leva seus hábitos felinos, como tomar leite e se lavar como todos de sua espécie. Seu sotaque espanhol também dá a pitada de charme no personagem, assim como Kitty Pata-Mansa e os outros gatinhos que participam do pano de fundo da história, como um que sempre se surpreende com alguma coisa. Lembre-se de ver a dança final do filme, é muito divertida.

Gato de Botas é um filme redondinho, bem feitinho, que agrada não só crianças, mas tira muito suspiro de adultos também. Sua lição moral é perfeita e deixa espaço para uma continuidade da saga.

A versão 3D do filme ficou boa, mas não muitas as cenas que necessitam desse recurso, o que quer dizer que você ficará muito bem vendo o 2D também. Mas se tiver oportunidade, algumas cenas valem a pena com 3D.

Entregue-se a essa aventura e permita-se apaixonar pelo ruivinho conquistador que com certeza deverá ser um sucesso tão grande em carreira solo como teve na saga Shrek.

2 comentários:

  1. Eu assisti e gostei muito, certos h'abitos felinos est~ao ali mesmo para encantar ainda mais quem curte gatos. Adorei a dancinha da caixa de areia.
    Vale a pena assistir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente adorei o filme, o gato é uma fofura! E safado também rsrsrs mas que dançarino! Haha

    ResponderExcluir