quinta-feira, 14 de julho de 2011

Review: Falling Skies 1x05 – “Silent Kill”

Faling Skies já chegou ao meio de sua 1ª temporada e ainda não achei razões suficientes para dar um “ótimo” para a série.
Pelo menos posso dizer algo de bom: em cinco episódios já se desenrolaram muitas coisas e apesar do ritmo meio cansativo, até agora a série ainda não está enrolando ninguém.
Neste episódio, por exemplo, já sabemos como matar um skitter, sabemos que eles são uns amores com as crianças e vemos o pequeno Ben enfim sendo resgatado. Muita emoção para um dia só, não é mesmo?
Dr. Harris, abusado como sempre, não concorda com o jeito doce de Anne tratar o refém alienígena. Em dado momento em que está sozinho com o bicho, abre a grade e aponta uma lanterna para ele. Só dá tempo de ouvir os gritos de socorro do médico, que acaba sendo morto pelo alien.
Anne, cansada e triste pela perda de seu filho aos invasores, decide entrar na jaula do refém e mata-lo com um punhal. E ela consegue. Assim, a resistência já sabe onde está o ponto fraco a ser acertado nos aliens.
Tom ainda está fazendo planos para resgatar seu filho. Hal se oferece para usar o arreio tirado de Rick e se infiltrar entre os skitters. Apesar de achar perigoso, a ideia é aceita e lá vai Hal se disfarçar de zumbi. E não é que descobrimos que na verdade os skitters tratam as crianças como filhos? A cena onde ele acaricia a cabeça de Hal dá até arrepios, mas deixa a mostra um lado amável dos invasores (em determinada cena, Rick deixa claro o seu apego pelos monstrengos). Mesmo assim, ele mata o skittter conforme Anne o ensinou.
Ben é enfim capturado, junto de outras crianças. Todas têm seus arreios retirados, porém há um óbito no local. O suficiente para Anne se sentir insuficiente.
O episódio termina com Ben reconhecendo o seu pai. Opa, pelo menos este parece mais consciente do que Rick, que tem se mostrado apático e saudoso em relação aos aliens.

Um comentário:

  1. Não estou acompanhando, mas tenho curiosidade.

    Gosto do tema.

    Até mais

    ResponderExcluir