sexta-feira, 1 de julho de 2011

Imperdível: Globo Repórter apresenta hoje programa sobre protetores de animais

O Globo Repórter desta sexta-feira, 1º de julho, irá apresentar brasileiros que lutam para defender os animais abandonados e maltratados.

Vários perfis serão mostrados por todo o país, desde pessoas que recolhem cães e gatos jogados na rua, até mesmo pássaros enjaulados.

Hoje, muitos já tomaram consciência de que animal não é um brinquedo, é um ser vivente que precisa de carinho e proteção dos humanos, que são os seres mais evoluídos (teoricamente). Alguns reservam um tempo de seu dia para ajudar essas pobres criaturinhas que muitas vezes são jogadas à própria sorte, abandonadas nas ruas, maltratadas por pessoas sem compreensão, e acabam morrendo numa situação lastimável.

O programa irá entrevistar os protetores de animais, que ajudam e abrigam os bichinhos até que eles possam conseguir um lar para os adotar.

Fico na esperança de que esta edição mexa com o coração das pessoas e que cada um entenda o seu papel como protetor de animal. Não é preciso que todos recolham os animais, mas uma ajuda sempre será bem vinda. Acima de tudo, é preciso que todos entendam que não devemos maltrata-los, ignora-los e despreza-los. Isso ajudará muito para um futuro melhor. #Ficaadica!


Acima, fotinhas novas da minha pequena Jasmin, a gatinha que resgatei da rua e que vive alegremente em minha casa. Ela já foi devidamente vermifugada e breve será castrada. É uma doçurinha!

6 comentários:

  1. Foi maravilhoso este programa não foi?!

    Hoje tem sorteio lá no blog de um banheiro para gatos bem chique! Participa!

    ResponderExcluir
  2. Não tinha visto!! Que fofa!!
    De roupinha e tudo!
    ps: chorei igual uma retardada vendo esse glovo reporter.

    ResponderExcluir
  3. Eu também adorei o programa, espero que as pessoas comecem a respeitar mais os animais. A jasmim está um encanto ! Super charmosa de roupinha ! Já virou uma princesa !
    Ótima semana !
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  4. Atitude terrível.
    Devemos respeitar os direitos dos animais. E parar de fantasiar o gato ridicularizar vestindo a roupa. Realmente, vocês são cambados de marginais.
    Vocês são monstros, que praticam a crueldade nos animais indefesos com um sadismo imperdoável.
    Olhe atentamente para a natureza e seguir os exemplos do universo divino.
    Vocês me desculpem a minha franqueza. Pois, eu me sinto indignado com suas fraqueza espiritual e moral.
    Eu sou um gato. Eu me sinto exatamente ferido no fundo do meu coração. Brutalmente sufocado e amarrado em uma prisão.
    SOS.
    Miauuuuu........A ignorância e uma maldição da humanidade.

    ResponderExcluir
  5. Você quer me chamar de monstro e nem é capaz de mostrar sua cara aqui ? Antes de me julgar, saiba mais sobre mim e minhas gatas. Monstro deve ser vc, que ofende as pessoas e nem bota a cara a tapa. Procure algo útil para fazer, adote gatos.

    ResponderExcluir

  6. Eu sou um monstro sádico.
    Aprendi a confinar o animal a ser abatido sem piedade. A criar, alimentar, matar e comer. Este animal confinado é devorado o corpo inteiro. Tal como o fígado, os rins, cérebro e a carne. Pois em festas, eu digo para todos com maior frieza, que eu matei o boi. E eu assei a carne. Mas o pior de tudo, ainda eu digo que a carne está uma delícia.
    Enfim, eu sou um cara horrível.
    E, certamente, quando eu me sentir digno de um ser humano. E passar a compreender pelo menos o sentimento de um gato. Certamente, estou pronto para adoção.
    Sinceramente, o que eu mais quero na minha vida intrigante. E criar vergonha na cara e respeitar os direitos de todos os seres vivos. Espacialmente as ervas daninhas, dizem tantas coisas agradáveis.

    Pedro Hatta

    ResponderExcluir