quarta-feira, 21 de julho de 2010

Crueldade contra um burro na Rússia causa comoção aos protetores de animais


Foram divulgadas esses dias imagens de um burro que foi obrigado a voar de paraglider em uma praia do sul da Rússia.
Segundo consta, tudo foi feito por donos de uma empresa que promove esse tipo de esporte, que pretendiam com sua crueldade, atrair a atenção dos turistas ali presente.
O que conseguiram foi uma tremenda maldade com um animal que nem tinha noção do que estava acontecendo, que urrava no ar, segundo as testemunhas, possivelmente com medo da situação em que se encontrava. Crianças teriam chorado ao ver a cena, com dó do animal.
Pelo que consta, a empresa deverá ser processada por crueldade contra animal, podendo os envolvidos na brincadeira de mau gosto serem condenados e pegar até dois anos de prisão. E tomara mesmo que peguem.
Onde já se viu isso, amarrar um animal e solta-lo de paraglider, como se o mesmo tivesse noção do que está fazendo. É muita maldade, não tem nem o que se discutir. Imagina só a aflição das crianças que viram tudo e pediram aos prantos para os pais ajudar o burrinho. Olha, cada dia que passa a gente vê uma crueldade pior que a outra contra os animais. O homem é perverso mesmo. Uma pena.
Nem vou postar aqui a foto que estão em outros sites com o pobre burro amarrado no paraglider porque é maldade demais para se promover. Mas se quiserem ver uma das matérias que circulam na mídia, é só clicar aqui.

Um comentário:

  1. Este tipo de idiotice infelizmente acontece no mundo inteiro... para alguns vale tudo para aparecer, sem se importar com as consequências.

    Até mais

    ResponderExcluir