quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Interessa para você saber o que faz da vida essas “Mulheres Ricas”?

 E como se não bastasse o tanto de porcarias e realitys shows que temos na TV, agora a Band me vem com essa de “Mulheres Ricas”. Eu só gostaria de saber: Quem perde seu tempo para ouvir tanta futilidade?

Sinceramente, eu não vi nenhum capítulo, nem sei de onde saíram essas dondocas, com exceção de uma que começou a carreira dizendo que era “sem teto” e hoje se apresenta como milionária. Hã??

Em um país emergente, como o nosso, onde a cada dia se faz novos milionários, seria compreensível um documentário explicando como essas pessoas conseguiram vencer na vida, mas um reality onde mulheres ficam exibindo o que tem e gastando com futilidades? É o fim do mundo.

Pelo que já li do programa, além da exibição sem nexo do que compram, usam ou fazem, as participantes têm se agredido com ofensas uma a outra, o que mostra que objetivo do programa é ser fútil mesmo.

Fico pensando como é para o indivíduo que mora em favela, ou está em péssima condição financeira, devendo para meio mundo, às vezes sem ter o que dar de comer para sua família, enquanto esse tipo de programa é veiculado. Verdadeiro vexame nacional, que até os jornais ingleses fizeram questão de criticar.

Como o que importa é o que interessa, e em meio a críticas e curiosidades o programa vem sendo discutido na mídia, e já se cogita uma segunda temporada do reality. Azar do telespectador.

Novo reality mostra o cotidiano de milionárias

Mulheres Ricas é um reality show produzido pela Eyeworks/Cuatro Cabezas, que estreou em 2 de janeiro na Band e vem sendo apresentado todas as segundas-feiras às 22h20.

As participantes da atração são: Brunete Fraccaroli, Val Marchiori, Lydia Sayeg, Débora Rodrigues e Narcisa Tamborindeguy.

As milionárias exibem o seu dia-a-dia e como gastam seu tempo e dinheiro, mostrando-se não satisfeitas com o que têm.

8 comentários:

  1. Bom, claro, tinha que ser desta 4cabezas, o que já dispensa comentários. Tb nem vi, só os coments do FB...bjs

    ResponderExcluir
  2. Seria um programa interessante se a vida delas fossem interessantes, além do fútil, algo útil, como caso alguma delas tivesse um trabalho voluntário, humanitário, caridoso, mas pelo que li (nunca assisti) esse não é o caso. Então tenho mais o que fazer. Nem BBB eu assisto, quanto mais gente fútil, de vida mansa, que nunca batalhou para viver... dá licença que a vida continua... Mas uma coisa eu te garanto: todos, pobres, ricos, saudáveis, doentes, todos temos problemas!!! Que isso nos sirva de conforto...rsrsrsrsr.

    ResponderExcluir
  3. É isso aí, talvez se o foco fosse outro, seria mais interessante. Mesmo assim, é reality show. Dispenso.

    ResponderExcluir
  4. O que tem de real nesse "reality"? Quantos brasileiros, fúteis, tem esse tipo de vida? O que um programa desses acrescenta culturalmente? É curioso saber que a concessão de um canal de TV é pública e pressupõe serviços à sociedade. Não consigo ver nenhum "serviço" prestado com um tipo de programa como esse e vários outros semelhantes, mas considero esse o pior de todos. Mas sei que sou minoria, muitas pessoas vão estar como zumbis em frente à TV assistindo isso e comentando no dia seguinte, uns pra falar bem e outros pra falar mal, porém todos assistem talvez com o desejo de estar no lugar delas fazendo exatamente a mesma coisa, tendo uma vida idêntica e vazia. A pior punição para um programa como esse seria simplesmente ignorar. Só o fato de assistir, mesmo que para criticar, já é uma vitória dos produtores e anunciantes.

    ResponderExcluir
  5. e uma pena ...que a cultura do brasileiro seja mais sonhar com a vida que nunk vai ter ,que ele ve na televisao ,do que correr atras de objetivos reais que poderiam ser alcançados ,ao inves de perder tempo com curiosidade de vidas banais ,mostradas por esse tipo de reality

    ResponderExcluir
  6. Oii, adoro teu blog pq amo seriados!! sempre dou uma passadinha pra ler as novidades...agora sobre este reality é lamentável, infelizmente a maioria dos brasileiros desprovidos de cultura gostam só pq tá na moda! e adoram ver porcarias!!! é isso é BBB...lamentável....rs
    tem um presentinho pra vc lá no blog.
    bjs
    link: http://becodospeludos.blogspot.com/2012/01/liebster-que-honra.html

    ResponderExcluir
  7. Suzana, é um verdadeiro absurdo mesmo, concordo com tudo que disse, é simplismente lamentável, nunca vi e nem quero ver, fútil demais!
    Bjinhaaaus
    Wayne

    ResponderExcluir
  8. Silvia, de todos os programas tranqueiras que são criados todos anos, acredito que este se supera. É como tripudiar em cima povo, mostrando a ostentação de uma "elite" que se acha dona do país.

    Se tiver tempo, visite o link abaixo do site Kibeloco que disponibiliza a entrevista de um sujeito que é amante de uma das participante. É sujeira demais, só lendo para acreditar.

    http://kibeloco.com.br/platb/kibeloco/2012/01/10/barraco-de-luxo/

    ResponderExcluir