quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

SBT estreia série “V” sobre invasão alienígena



Nesta madrugada (25), às 2h, o SBT começará a exibir a série “V – Visitantes”, que fala sobre extraterrestres que chegam à Terra para conviver e ajudar os terráqueos com sua tecnologia.

A líder dos V, Anna (Morena Baccarin), é uma mulher que parece ter boas intenções, mas vive rodeada de mistérios que cercam todos aqueles que são da mesma espécie que ela. Seu lema é paz, sempre.

Com características humanas, na verdade são grandes lagartos por baixo daquela pele e querem dominar o planeta. Contra eles se levantará um grupo de resistentes, liderados por Erica Evans (Elizabeth Mitchell), uma agente do FBI, e Jack Landry (Joel Gretsch), um padre que já esteve na guerra e agora prega nas igrejas a paz e a revolta contra os V.


A série de ficção científica já fez grande sucesso nos anos 80, sendo essa um remake reformulado da original. No Brasil, ela também pode ser vista no canal pago Warner Channel, que já apresenta a sua segunda temporada. 




3 comentários:

  1. Não sou muito fã da série, confesso que acho os efeitos meio toscos. Vale a iniciativa do SBT de trazer séries e mais séries.

    =]

    ResponderExcluir
  2. "Com características humanas, na verdade são grandes lagartos por baixo daquela pele e querem dominar o planeta"

    Não chama isso de "ficção científica" por favor. Isso não tem nada, absolutamente nada de "científico". Sei que costumam chamar qualquer filme ou série que tenha um tema que a ciência costuma abordar de "ficção científica" Mas está errado. Uma ficção científica respeita leis da física, química, e todo conhecimento científico e suas implicações. São histórias verossímeis, como por exemplo o filme "Contato" de 1997, ou "Europa Report" (Viajem à lua de Júpiter, em português) mais recente.

    Como se "alienígenas lagartos" já não fossem toscos o suficiente e uma especulação astrobiológica totalmente ignorante, eles ainda querem "dominar o mundo"... Qualquer pessoa com o mínimo de conhecimento científico sabe que é ridículo imaginar alienígenas super inteligentes (que realmente podem existir), com tecnologias capazes de viagens interestelares e sabe-se lá mais o que, dirigindo-se a um minúsculo planetinha, ao redor de uma estrelinha ordinária entre BILHÕES de outras estrelas, em uma galáxia igualmente ordinária e igualmente dentre outras BILHÕES, pra disfarçar-se entre os membros da espécie dominante (mas que facilmente sucumbe a um vírus microscópico) nesse planetinha para domina-lo, como se a importância especial que os primatas que o habitam imaginam que ele tem, valesse de alguma coisa na imensidão cósmica, diante de SEXTILHÕES de outros mundos para se "dominar" nesse universo...

    É o mesmo que um verme do tronco lá da Austrália escrever uma ficção, em que uma expedição de humanos viaja do Brasil à Austrália, para DOMINAR O TRONCO ESPECIAL DOS SUPER ESPECIAIS VERMES DO TRONCO AUSTRALIANOS HAUHUAHAHUAHAAHUAHUA!!!! (risada maligna).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, não sou eu quem decide o nome do segmento dado aos filmes ou séries. Esse tipo de segmento chama-se ficção científica e ponto. Se você realmente quer discutir o motivo ou causa e discorda do fato, por favor, discuta com os caras que deram esse nome a esse tipo de segmento.
      Menos ódio e mais compreensão, por favor!

      Excluir