segunda-feira, 18 de maio de 2009

Minha salvação contra baratas

Se tem um bicho que me dá nojo e medo é a tal da barata. Não adianta, se eu vir uma em qualquer lugar, saio correndo.


Esse medo vem desde pequena, mas acho que com a idade foi aumentando. Não dá pra explicar como um ser humano pode ter medo de um bicho daquele tamanho, mas para mim é como se fossem monstros! E a tal barata voadora então?! Deus que me livre!!!


A minha atitude diante desse inseto nojento é correr. Correr pra bem longe de onde ele esteja. E o pior é que parece que quando a gente escolhe um lado para fugir, o bicho vai bem de encontro a você.


O que me ajuda é que além do prédio onde moro ser bem dedetizado, ainda tenho as duas gatas que adoram caçar o que se movimentar diante delas. Apesar da dedetização, principalmente no calor você não fica protegido de aparecer uma baratinha na sua casa. Quando isso acontecia, o inseto nojento já aparecia morto de pernas pra cima, pois a Belinha já dava conta do recado. Mas ainda não tinha testado a agilidade da Phoebe.


Quando foi nesse domingo a noite, eis que estamos tranquilos assistindo um filme, com as gatas dormindo perto de nós, inclusive a Phoebe deitada em cima da minha perna. A bichinha de repente fica em alerta e vai pra cima da cabeceira do sofá. Quando olho pra saber o que está chamando a sua atenção....Ai meu Deus!!!!! Era uma baita de uma barata, enorme mesmo, subindo pela parede. Antes da Phoebe poder caça-la pedi ao meu marido que a matasse, pois era melhor do que deixar ela morder esse bicho nojento. E acabou dando tudo certo.


Mas aí está a dica para aqueles que como eu, tem pavor a baratas: adotem um gatinho! Além de bons companheiros, são ótimos caçadores também.
Phoebe, a nova caçadora da casa

Nenhum comentário:

Postar um comentário