segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Dexter – Sobre a 8ª temporada e final da série

Não viu ainda? Aqui tem spoilers...  


Quem acompanhou Dexter nessas oito temporadas provavelmente não curtiu muito o final da série. Não porque ela acabou, mas porque acabou meio sem sentido.

Nesta oitava temporada tivemos um Dexter apaixonado de verdade, querendo mudar o destino de sua vida com a fugitiva Hannah.

Tudo parecia um plano perfeito, mas Dexter ainda tinha Oliver Saxon, o filho de sua “professora de códigos”, doutora Vogel, para matar, e oficiais e caçadores de recompensa atrás de sua amada Hannah.

Bom, durante a temporada toda Saxon matou muito, inclusive sua própria mãe, Hannah ficou escondida na casa de quem já tentou matar, a sua agora cunhadinha Debra, e Dexter pediu desligamento da Miami Metro para poder ir embora com a namorada. Basicamente foi isso.

O que pegou aqui foi o último episódio. Ainda me pergunto: havia mesmo necessidade de Debra morrer? Porque Dexter não matou aquele idiota do Saxon na primeira oportunidade?

Para quem viu, Deb levou um tiro logo após Dex ter deixado o assassino como prêmio para a polícia, pensando apenas em ir embora e largar o passado. O idiota que perseguia Dexter para descobrir onde estava Hannah acabou soltando Saxon, que atirou contra Debra, que teve seu intestino atingido. Devido um coágulo formado durante a cirurgia, Debra teve um AVC e ficou em estado vegetativo irreversível.

Com certeza, um triste fim para a policial que sempre foi ótima em sua posição. Antes de colocar a par seu plano final, Dex mata Saxon da maneira mais ridícula possível, usando uma caneta durante uma tentativa de retirar vestígios de pólvora de sua mão. Tudo filmado (e tenho a impressão de que Quinn sabe bem quem é o Dexter de verdade), mas a legítima defesa está clara e nosso serial killer livre da acusação.

Pra resumir: Dexter matou Saxon, mas não aceitou que sua irmã ficasse naquele estado vegetativo. Foi no hospital, e sem ninguém ver, desligou o aparelho que a mantinha viva e levou o corpo de lá. Ele joga o corpo da irmã no mar, como fazia com suas vítimas, mas ela está apenas enrolada em um lençol. Uma despedida triste, e uma maneira absurda de como tudo aconteceu.

Hannah consegue seguir para Argentina com Harrison, e ainda recebem, sem saber, uma despedida de Dexter pelo telefone. Este já sabia que não podia mais conviver e colocar em risco a vida daqueles que ama, e resolver ir mar adentro na tempestade.

Dia seguinte, notícias dos destroços do barco de Dexter e a certeza de morte do perito. Na Argentina, Hannah vê a notícia pela internet e disfarçadamente chora, sabendo que agora terá que ser mãe para Harrison.

O final, claro, Dexter sempre teve seu plano de fuga e o colocou em prática. Que morrer, que nada! Agora ele mora em outro país, trabalha com madeiras e ninguém sabe mais de sua existência.

Achei que o final poderia ser diferente, mas acredito que na essência da série ele mudou de pessoa, mas não mudou seu vício. Também senti que o último capítulo aconteceu no atropelo, sem dar final aos personagens secundários. O que aconteceu com Quinn em sua “viuvez”? E Jamie? Como ficou a história do sumiço do corpo de Debra para seus amigos? Muita coisa sem responder e uma frustração que deve ter ficado em muitos fãs. Mas Dexter acabou. Foi uma boa e intrigante série. Só que com um final não muito agradável.

Dexter em seu último momento

20 comentários:

  1. Sempre gostei tanto de Dexter, mas esse final foi muito fraco. A temporada foi corrida e sem definições. Acho que poderiam ter aproveitado mais a Dra.Vogel, talvez ela ter vindo em uma temporada anterior para porder ser criado um vinculo maior. Matar a Debra daquela forma boba e fazer ele jogar no mar, foi horrível e sem sentido. A morte da primeira mulher do Dexter no final da 4 temporada foi muito impactante e a Debra se era para morrer merecia algo do mesmo nível, algo que nos fizesse sofrer junto e não aquela bobagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Com Isso, Mais Na Minha Opinião Deveria Ter Mais 1 ou 2 Temporadas... "Dexter" Na Minha Opinião é Umas Das Melhores Séries Já Feitas No Mundo!!

      Excluir
  2. Descordo de vcs realmente ficou estranha o parte em que Dexter tira a Debra do hospital sem que ninguém veja ele carregar o corpo, mais está claro em toda essa temporada que o amor que ele sente por Hanna superou a nescessidade de matar por isso ele não matou Saxon, ele ia deixá-lo como um presente pra Debra ficar bem com a polícia de miami isso que pude ver. Achei estranho ele não ter morrido na tempestade mais gostei de ele ter uma nova vida o fim da temporada teve sentido sim só precisa ser interpretado da forma correta, acho que consegui entender o que o autor da história queria passar não foi a melhor temporada na minha opnião mais o Dexter agora se parece mais com um ser humano.

    ResponderExcluir
  3. Assim, no geral, eu gostei muito da série. Claro, que todos nós esperávamos que a última temporada fosse um tanto mais criativa. Sempre imaginei a dr. Vogel sendo uma psicopata, ou então do Dexter ter sido um "pai espiritual" ao Zach, ensinando a ele o código (com muito mais aparições do pobre coitado durante todos os episódios). Fiquei muito triste da condição final da Deb, e achei que houve muita lógica do Dexter ter jogado-a no mar, porém achei que havia uma necessidade de ter tido um flashback de todos os momentos vividos pelos irmãos (para afetar as pessoas pela perda). Acho que a temporada teve muito foco em Saxon e dr. Vogel, desmerecendo as aparições finais do sg. Batista, Quinn... (que cai entre nós são muitoo mais importantes). Apesar disso tudo, gostei do desfecho, pois mostra que o Dexter se preocupa muito com Hannah e Harrison pelo seu próprio mal e suprindo assim a necessidade de matar.

    ResponderExcluir
  4. Sem dúvida foi um final ao qual eu não poderia ter imagino, me surpreendeu. Para quem (assim como eu) esperava um final "felizes para sempre", deve ter sido um choque ver a Deb morrer de uma forma tão banal. É muito fácil criticar, não vamos julgar a série só pelo seu episodio final, pois foi no mínimo bom, não supriu as minhas expectativas, porque eu esperava um final super, hiper fantástico, algo que me deixaria sem palavras... ao que parece também não agradou a maioria dos fãs, deixou sem explicação o final de alguns personagens secundário, como por exemplo os detetives Quinn e Batista, que eram ótimos personagens.

    ResponderExcluir
  5. Sem dúvida foi um final ao qual eu não poderia ter imagino, me surpreendeu. Para quem (assim como eu) esperava um final "felizes para sempre", deve ter sido um choque ver a Deb morrer de uma forma tão banal. É muito fácil criticar, não vamos julgar a série só pelo seu episodio final, pois foi no mínimo bom, não supriu as minhas expectativas, porque eu esperava um final super, hiper fantástico, algo que me deixaria sem palavras... ao que parece também não agradou a maioria dos fãs, deixou sem explicação o final de alguns personagens secundário, como por exemplo os detetives Quinn e Batista, que eram ótimos personagens.

    ResponderExcluir
  6. acompanhei essa serie e me apeguei aos personagens como em todas as séries que assisti,e não gostei na verdade foi de ter terminado,mesmo que as duas ultimas temporadas perderam um pouco o foco.
    o final gente, na verdade não é legal na maioria das séries por deixar sem explicações sobre outros personagens que foram importantes.
    dexter infelizmente acabou!

    ResponderExcluir
  7. acompanhei essa serie e me apeguei aos personagens como em todas as séries que assisti,e não gostei na verdade foi de ter terminado,mesmo que as duas ultimas temporadas perderam um pouco o foco.
    o final gente, na verdade não é legal na maioria das séries por deixar sem explicações sobre outros personagens que foram importantes.
    dexter infelizmente acabou!

    ResponderExcluir
  8. Na minha opinião, Dexter andou de trás para a frente. A primeira temporada foi frenética, a segunda foi boa mas a tal da Laila sexomaniaca e incendiária era muuuito irritante, a terceira com o promotor foi enfadonho, a quarta com o Trindade conseguiu redimir o marasmo da terceira temporada, a quinta com a Lumen seria ótimo para um provável final feliz (que não aconteceu), a sexta foi terrível com o tal do Travis e as taras incompreensíveis da Deb pelo Dex, a sétima foi de lascar principalmente com a paixão animal do Dex pela Hanna, e a última foi para massacrar todo o esforço feita até a quarta temporada (por mim tudo teria acabado na quinta temporada com Dex e Lumen formando um casal de matadores. Lumen era muito melhor que Hanna).

    ResponderExcluir
  9. Lumen poderia muito bem suprir o papel de cúmplice e "filha espiritual" do Dexter, aprendendo tudo sobre o Código. O resto todo foi desperdício: paixão de Deb pelo irmão, Brother Sam, Hanna, namorada striper do Quinn, Dra. Vogel e seu filho maluco, irmã do Batista, filha do Masuka, Personagens bons como o Sirko foram desperdiçados. Seria um adversário bom para Dex e Lumen. Eu redigiria melhor as temporadas 6 a 8.

    ResponderExcluir
  10. O final deixou a desejar!!! Principalmente a paixão ridicula e exagerada de Dexter por Hanna, desnecessaria!! Hanna ficar com a guarda do Harrison tbém foi péssimo. Mas no geral adoreiiii a serie e fico triste pq terminou, mesmo com as falhas finais temos que reconhecer que a serie foi excelente, e os bons momentos vão deixar mta saudadeeee!!!!

    ResponderExcluir
  11. Cara, fiquei muito decepcionado com o final, parece que foi escrito as pressas não estava tudo resolvido para acabar, bom mas agora ficará apenas a saudade da série...

    ResponderExcluir
  12. Me apaixonei pelos personagens da trama Dexter, intrigante, inteligente, meu lado racional pensa que ele era um assassino em série, mas meu lado emocional e feminino diz ¨o Dexter é um vingador só mata pessoas que fazem mal para sociedade, aqueles que matam por desejo de matar , casos que a própria polícia não consegue resolver, então ele é um assassino e, um herói, se existissem pessoas como Dex não haveriam animais matando crianças , mulheres indefesas ou , pessoas inocentes. Enfim ele é meu super-herói.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você Zuleide! Dexter Morgan (assassin's creed da atualidade), justiça com as próprias mãos.
      Também gostei da série policial, toda trama...Mas, o personagem trata-se de um socio-pata, então o final tem que ser empático mesmo, o personagem se vangloriava apenas com os troféus de sangue, pois foi condicionado a direcionar seu desejo para a morte de pessoas que se encontram num mesmo patamar social que ele (assassino). Um final deprimente para atender um personagem que é deprimente, poxa ele não sente nada e nunca irá sentir coitadinho dele, assim passa na nossa cabeça de pessoas que sentem. Final justo. Adorei a atuação do ator Michael C., me convenceu na atuação!!

      Excluir
  13. Não concordo com o final de Dexter. Como Debora Morgan diz "O produtor, ou quem escreveu esse final, é um puto de um cuzão de merda". Cagaram o final e passaram na testa.
    Dexter era um serial killer, matava pessoas, mas desde do início da serie ele procurava empatia e sentimentos, procurava se importar com as pessoas. Por isso procurou seguir o código de seu pai, e matava somente pessoas que causaria mais dor e mau no mundo. O evento traumático de sua infância que o tornou quem era estava se dissipando, e por final ele finalmente viu o que era mais importante, passou a ter sinceros sentimentos pelas pessoas em sua volta, foi capaz de amar, e finalmente cessou sua sede por sangue, quando iria matar Oliver e o deixou para sua irmã.
    Diante disso esse final foi ridículo, além de mau feito (pois deixou várias arestas abertas e não houve um desfecho concluso). Dexter merecia a Argentina, não merecia peder a irmã. Se refletir bem com um final feliz de Dexter e sua mudança, poderia ainda trazer uma ótima mensagem, em que todos podem mudar e ser alguém melhor.

    ResponderExcluir
  14. Eu achei triste, mas amei. Teve falhas de produção tipo aquela piruca da Deb na cena do nascimento do Harrison, o próprio bebê uma boneca?!? Mas acho que a Deb ter morrido,foi o que definiu a decisão do Dexter ir embora, e não ficar com a Hanna e o filho, pois ele mesmo diz , todos que ele ama, acabam se ferindo por causa dele. Então ele amava sim .....Hanna, Harrison, Debra... e não conseguiu viver com esse sentimento humano. Que acho que sempre esteve lá, só ele não via.

    ResponderExcluir
  15. Seria excelente! Fiquei viciada. Fiquei arrasada com a morte de Rita (final da 4ª temporada). As temporadas seguintes nao foram tao envolventes, mas gostei bastante. Gostei tambem do final. Dexter se redimiu, provando que ele amava Hannah e Harrisson, porem achei desnecessario a morte de Deb. Talvez se Deb tivesse ficado com o filho, o final teria sido mais interessante.

    ResponderExcluir
  16. Não gostei do final esperava algo surpreendente.

    ResponderExcluir
  17. Acabei de ver o final. Acabou como deveria acabar: sem final feliz. Dos males o menor aconteceu: Dexter não foi descoberto. Debra morreu de uma maneira idiota, mas no dia a dia da vida é assim, a maioria das pessoas morrem de forma banal. Se ela ficasse viva seria um peso pelo que fez com Largueta e carregar o peso do segredo do irmão. Hannah se apaixonou por Dexter tb, ela é forte, inteligente e tinha muita grana: saberá cuidar de Harry. Dexter solitário: estava escrito. MAKTUB.

    ResponderExcluir
  18. Esse fundo é uma bosta. Desisti de ler

    ResponderExcluir