quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Com alta do dólar, compras no Paraguai deixam de ser tão atrativas


Sempre quando se pensa em comprar barato, logo se pensa em Paraguai. Isso porque os impostos lá são bem menores que o nosso, e muitos produtos acabam sendo vantajosos no preço do vizinho. Bom, pelo menos era assim.

Travessia da Ponte da Amizade
Atualmente, o brasileiro elegeu seu paraíso de compras em Miami, onde os impostos também são menores que o nosso e facilita na hora de comprar os tão sonhados eletrônicos, como celulares, videogames, notebooks, entre outros.

O problema é que Miami está bem longe daqui, e o alto custo da passagem acaba fazendo com que seja mais vantajoso fazer suas compras na fronteira do Brasil, e nesse quesito, Ciudad del Este, no Paraguai, é a campeã de turistas e “sacoleiros”.

Só que a alta do dólar está mudando um pouco este aspecto. Eletrônicos, por exemplo, não compensa comprar no país vizinho. Isso porque você não terá uma assistência técnica, no caso de defeito, e muitas vezes, o produto vem de lá avariado ou mesmo pode-se comprar o tal “gato por lebre”, ou seja, produtos que não são originais e são vendidos como tal.

Bugigangas, que você encontra aos montes no Paraguai, como produtos de beleza, roupas, brinquedos e outras miudezas, estão com o preço equiparado aos dos grandes centros de compra, como ocorre em São Paulo, por exemplo, com a Rua 25 de Março.

Avenida principal em Ciudad del Este
Algumas coisas você até encontra um bom desconto, mas no geral, os preços estão muito parecidos, e até mesmo iguais. O que faz não valer a pena um paulista, por exemplo, pagar uma passagem ou colocar gasolina no carro para ir até o Paraguai. Você gasta muito mais do que ir em grandes centros de compras como a Rua 25 de Março, a região do Brás, ou os vários centros de bairros paulistanos.

Agora se a ocasião é o passeio em Foz do Iguaçu, daí sim, compensa dar um pulinho em Ciudad del Este e conferir algumas ofertas e oportunidades.



Dicas para compras no Paraguai:

- A alta do dólar está realmente deixando muita coisa cara e sem valer a pena no Paraguai. Portanto, não vá com muita sede ao pote para não se arrepender depois. Perfumes, desde que em boas lojas, ainda são mais compensadores, está valendo a pena comprar por lá.

- Para chegar ao Paraguai, desde Foz, você pode optar por ir de ônibus, táxi ou vans de empresas turísticas. Tome o devido cuidado se for contratar alguém para isso, pois você pode cair em uma roubada, literalmente. Eu fui de ônibus, a melhor maneira de chegar lá, na minha opinião. Perto do terminal de ônibus passa o que vai para Ciudad del Este. Para atravessar a fronteira, use somente o RG. Na verdade, eles nem verificam, pelo menos atravessando de ônibus ninguém perguntou quem eu era...

- Lá se aceita de tudo: dólar, guarani e real. Mas o dólar é mais vantajoso para compra. E lembre-se da cota máxima, que é 300 dólares por pessoa. Quando não se tem eletrônicos no meio, a fiscalização nem se preocupa com você.

- Vá bem cedo, pois o horário comercial é bem diferente do nosso. Por volta das 15h30 tudo começa a fechar e você pode não ter tempo hábil para suas compras.

- Ciudad del Este é como uma 25 de Março, só que muito maior. Desnecessário dizer que o cuidado com espertalhões deve ser dobrado. Bolsas sempre à frente, não dar atenção aos vendedores na rua, que querem vender até a mãe, se puderem. Acreditam que um deles me abordou oferecendo uma arma de fogo para matar o marido? Fiquei horrorizada, mas não pude deixar de rir depois com o marido.

- Para hospedagem, você pode optar por ficar tanto em Foz do Iguaçu, no Brasil, como em Puerto Iguazu, na Argentina. No Paraguai não é bom negócio, pois lá é tudo mais bagunçado e perigoso.

- As lojas são muitas, o melhor mesmo é você imprimir um mapinha na internet e verificar bem em quais lojas e o que é prioridade você comprar. Monalisa é a mais famosa, mas também a mais cara. O lado bom é que tudo é original, porém, você acha original também em outras lojas e bem mais em conta do que na Monalisa. Acho que ela é mais aparência para turista. Para comprar perfumes e Victoria Secrets, indico a Elegância, que fica na Galeria Jebai. Roupas é bem legal na Mina Índia, logo no começo da cidade, do lado direito, e na Bonita Kim, onde você encontra roupas de marcas conhecidas com um preço espetacular. Cosméticos é bem legal numa loja da P&W, que fica num lugar um pouco escondidinho, mas numa esquina nas ruas de trás das principais, lado esquerdo.


- Para comer, dizem que tem um bom restaurante na Sax, logo na entrada da cidade. Não sei, nunca fui conferir. Como o tempo é curto, opto mesmo pelo Burger King, lanche rápido e já conhecido. Tem também o MacDonalds por lá. 

- Quanto o idioma, não se preocupe. Todos sabem falar o “portunhol”. Levante cedo, tenha disposição (sim, porque se você não gosta de muvuca e muita gente, nem vá), e boas compras!


3 comentários:

  1. Silvia, querida,

    Amei suas dicas. No ano que vem, eu e mamys vamos conhecer Foz...mas, não sei se vamos incluir esse passeio até o Paraguai. Mamys anda mancando e não queremos correrias nem multidões, mesmo porque badulaques da China, compramos na 25, como você bem colocou.

    E perfumes, estou aqui com uma coleção - que eu amava - mas, que descobri que fazem testes nos animaizinhos...então, acabou...acabou!!!!

    Queremos mesmo é ver as Cataratas.

    beijinhos e tenha uma ótima noite ... (comprou o revólver?? pobre marido....kkkkk)

    Lígia e =ˆˆ=

    ResponderExcluir
  2. Meu marido adora fazer compras no Paraguai. Ele já foi algumas vezes com colegas do trabalho, saem de noite e chegam lá bem cedo, fazem compras o dia inteiro e voltam no dia seguinte. Normalmente ele compra muita besteira mas de vez em quando acerta, já trouxe até um revolver de chumbinho mas deu de presente pra alguém depois que eu reclamei muito. Tem que ter muita paciência e saber onde procurar. Nós fomos uma vez para passear nas Cataratas e fazer outros passeios, ficamos num hotel lindo e fizemos algumas compras, acho que valeu a pena.
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  3. Não sei como está agora. Mas a cidade de Foz e Ciudad del este tem mais ladrão que no morros cariocas.
    Nunca desgrude os olhos da sua carteira ou bolsas. Tome cuidado com os paraguaios motoristas de Van.
    Se for de excursão de ônibus, não deixe suas malas na beirada. A bandidada paranaense, arromba os maleiros e roubam os objetos.
    Não confie em ninguém é boas compras.

    ResponderExcluir