terça-feira, 28 de maio de 2013

É possível que programações em internet derrubem a nossa tão aclamada TV a cabo?


O que mais ouvimos hoje é reclamação de assinantes de TV a cabo, do tipo excesso de comerciais, programação repetitiva e em horário ruim, e coisas do tipo.

O que andei ouvindo de telespectadores por aí é a vontade de chegar em casa, ligar a TV e assistir o que bem quer na hora em que achar devido. E isso ainda não nos é proporcionado pela TV a cabo.

Pela internet, a programação é oferecida por um sistema de streaming, equivalente ao que temos no You Tube. O que significa que para acessar uma programação desta maneira é necessária uma internet de banda larga, com uma boa velocidade que impeça que o vídeo fique parando para carregar por diversas vezes.

No Brasil já temos no serviço da Netflix, que oferece uma programação recheada de filmes e séries para que o telespectador possa assistir no momento em que deseja. Muitos estão sendo adeptos dessa nova modalidade de programação, mas será mesmo que a TV a cabo corre o risco de cair em decadência?

Há vários aspectos, positivos e negativos, que fazem as duas serem necessárias em determinadas ocasiões. Com a programação da TV a cabo temos o problema já citado, do excesso de comerciais, horários que não se adequam à nossa necessidade e repetições na apresentação de programas. Há semanas que você assiste praticamente a mesma coisa, que se repetirá no final de semana.

Já na programação de internet você não tem esses problemas, porém a reclamação fica por conta da falta de novidades, já que a grade oferecida é de filmes e séries mais antigas, demorando-se muito para inserir um filme novo na programação.

O que faz com que as pessoas passem a se interessar mais por esse tipo de serviço (Netflix) pode ser o baixo valor na sua mensalidade, além de poder obter um conteúdo personalizado e poder acessá-lo de onde quiser através de seu computador, TV ou smartphone.

Ao que parece, o serviço de TV a cabo com pacotes de canais personalizados ainda vai demorar a acontecer por aqui. O alto custo da mensalidade também prejudica muito na aquisição de uma assinatura para as camadas mais desfavorecidas da sociedade.

Enquanto novidades não acontecem, a Netflix continua a angariar mais adeptos que a escolhem pelo seu baixo custo, e os assinantes de TV a cabo nem pensam em abrir mão da programação de qualidade que adquirem para seu lazer.

Já vejo muitos adquirindo as duas opções, já que, como disse, há vantagens e desvantagens em ambos os lados.

Eu sou adepta da TV a cabo, e nem penso em deixar de assinar esse serviço. Já da programação em internet ainda fico na dúvida se realmente encontrarei conteúdo que me satisfaça, pois ao que parece, não há muitas novidades por ali.

Você é assinante de algum desses serviços ou tem alguma opinião sobre eles? Conte para nós!


3 comentários:

  1. Eu assinei o Netflix por um mês mas achei que os filmes eram muito antigos e desisti! Assino a Sky e normalmente gravo os programas que gosto mas muitas vezes a gravação acaba antes de terminar o programa!! Eu fico super chateada e depois fico tentando ver os horários alternativos para assistir o final. Mesmo assim acho impossível viver sem tv a cabo!
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  2. Aqui em casa assinamos o NetFlix mas eu Renata não assisto, mais meu marido que ama seriados.

    ResponderExcluir
  3. Silvia, ao mesmo tempo em que as opções de canais na tv a cabo cresceram, outros fatores estão fazendo as pessoas migrarem para internet.

    O preço dos pacotes de tv a cabo são caros, principalmente os que incluem Telecine e HBO. Mesmo assinando os combos, os valores continuam altos. A saída é assinar pacotes médios sem estes dois canais. Os pacotes como preços populares tem programação basicamente de tv aberta, o que é péssimo.

    Outro fator que me desagrada mais do que os comerciais, é a dublagem de séries e filmes. O diferencial da tv a cabo era mostrar o som original, agora voltar as dublagens na minha opinião é um retrocesso.

    Com o passar do tempo as operadoras de tv a cabo terão de se ajustar para não perder mais clientes para a internet.

    Abraço

    ResponderExcluir