terça-feira, 28 de junho de 2011

Review: Falling Skies 1x03 – Prisoner of War

A Guerra contra os alienígenas continua, e a necessidade de Tom Mason é resgatar seu filho Ben e as outras crianças que estão escravizadas pelos Skitters.
Ainda não foi explicado o porquê de apenas crianças serem capturadas para servirem de escravas. Elas recebem uma espécie de “arreio”, que é colocado nas costas e libera substâncias tóxicas capazes de torna-las verdadeiros zumbis.

Tom recebe autorização para resgatar seu filho, porém fica sabendo que ele será cobaia de um tal Dr. Michael Harris, que descobriu uma maneira de tirar o arreio das crianças sem mata-las (teoricamente, assim que esse arreio é retirado a pessoa morre).

Fica aqui um clima de “o que ocorre?” no ar. Tom deixa claro que conhece, e muito bem, o médico recém-chegado. Algo está relacionado com sua mulher, e ele o acusa de deixa-la morrer quando buscavam suprimentos para sobreviver. Não fica muito claro se já eram conhecidos ou se a mulher tinha algum tipo de relacionamento com Michael, mas creio que nos próximos capítulos saberemos um pouco mais sobre o assunto.

Ao tentar resgatar Ben, o parceiro de Tom se precipita ao ver seu filho e o resgata antes. Michael retira o arreio do garoto enquanto Tom volta para resgatar Ben e Hal, que acabou ficando em poder dos Mechs. Os robôs metralham algumas crianças-zumbis na frente de Hal, que é liberado para contar a história.

Enquanto isso, o prisioneiro John Pope reclama do sabor da culinária dos resistentes e se oferece para ser o novo cozinheiro. O cara tem dotes de “chef” e ensina até como marinar um frango.

Tom ainda não conseguiu resgatar seu filho, mas trouxe de volta Hal e um Skitter que agora é prisioneiro do 2° Mass. Mas algo estranho acontece no fim do episódio: o Skitter parece se conectar com o ex-zumbi resgatado. Fiquei curiosa para saber qual a ligação entre eles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário