sexta-feira, 11 de maio de 2012

O romantismo de Gramado e Canela

-->

O circuito das Serras Gaúchas conta com lindas cidades, entre elas Gramado e Canela, que possuem belas paisagens, um povo acolhedor e uma gastronomia maravilhosa.

Quando comecei a ler na internet dicas sobre o lugar, fiquei com um certo receio. Tudo apontava para uma cidade caríssima, quase impossível de se fazer uma refeição a preço justo. De fato, a cidade é cara mesmo, mas não se assuste, você consegue sim comer muito bem a preços que cabem no bolso.

Mas vou descrever um pouquinho das cidades para ter uma melhor noção do que achei.

Gramado

Anoitecer em Gramado
Fiquei hospedada no Hotel Águas Claras, que fica em uma das principais avenidas da cidade, a das Hortênsias. A poucas quadras do centro e próximo a bons restaurantes, não tenho nada a reclamar do hotel, a não ser pelo fato de não oferecer wi-fi aos seus hóspedes (se quiser ver internet, tem que pagar). O hotel também conta com sauna e piscina aquecida, o que ajuda no relax de sua hospedagem.

A cidade é bem pequena, você conhece tudo no primeiro dia, com exceção aos passeios, que exigem mais tempo e dinheiro. Tudo ali é muito caro sim, e os passeios são o que mais exigem do turista.

Fui ao tão falado Mini Mundo, um lugar com miniaturas incríveis sobre alguns lugares do planeta. Confesso que achei tudo muito bonitinho, já que as peças são feitas delicadamente e nos mínimos detalhes. É bom pensar bem se realmente deseja visitar o lugar, pois já vi que muita gente não achou graça nenhuma e reclamou que o dinheiro foi mal empregado. Lá não aceita cartão, então leve dinheiro.

Não fui a tal Aldeia do Papai Noel, nem aos outros lugares pagos de Gramado, porque achei que valia mais a pena investir meu dinheiro na gastronomia local (e não me arrependi). Só cito aqui o Museu do Perfume, que é de graça e possui uma lojinha com produtos que cabem no bolso.

Castelo do Mini Mundo
Gramado é uma cidade muito acolhedora, e em todas lojas que você entra eles estão bem preparados para receber e atender o turista. É impossível ir a Gramado e não entrar em uma das lojas especializadas em chocolate. Esse é o tipo de “lembrança” que você terá que levar com certeza para os seus entes queridos e amigos. Recomendo a Lugano, onde achei o chocolate mais puro e com menos açúcar, e também a Caracol, muito boa para se tomar um chocolate quente.

Outra coisa que é imperdível em Gramado: comer uma sequencia de fondie (rodízio). É uma das coisas mais deliciosas para se fazer, e eu indico o Carlito’s Restaurant, que fica na Avenida das Hortênsias. Li sobre ele em algum comentário de dicas sobre o local e resolvi conferir. Eles servem na sequencia o fondie de queijo, carne (com direito a carnes exóticas) e chocolate. Simplesmente maravilhoso, ótimo atendimento e com possibilidade de repetir o que quiser (isso se você aguentar). Leve dinheiro porque você encontrará um bom desconto, eu paguei R$ 34 por pessoa em um prato que cheguei a ver por R$ 65 em outro restaurante que visitei.

Sobre esse outro restaurante, o Garden Grill, comi lá uma truta maravilhosa também. A comida da cidade em geral é muito boa, mas você tem que ficar de olho para não abusar dos gastos, porque vou te dizer, quando você vê, lá se foram R$ 200 em um jantar...

Sequencia de fondie: carnes
Se você é daqueles que está indo com dinheiro contado, fique calmo. Há várias opções na cidade com comidinhas bem caseiras, do tipo que você come durante a semana: arroz, feijão, carne grelhada, saladas... Fui no Hakone (Av. das Hortênsias), onde encontrei tudo isso que citei e mais a sobremesa por R$ 13,90 por pessoa (pagamento só em dinheiro). Se você acha que isso ainda é muito para uma refeição, vá até Canela que encontrará cachorro-quente e o Pasteleiro, com preços que você com certeza pagará sem chorar.

Agora, sem titubear, leve sempre agasalhos. Por mais quente que esteja, no final da noite sempre dá aquela esfriadinha. E aproveite para conhecer os parques da cidade, que possuem uma visão muito romântica e agradável. Indico o Lago Negro, que tem pedalinhos para quem quiser dar umas voltinhas pelo lago.

Canela

Cachoeira do Caracol
Achei que iria dar uma passada rápida por Canela, qual foi meu engano! Tem muita coisa para se fazer por lá, e você perde um dia todo para conhecer bem o lugar.

Vamos começar pelo Parque do Caracol. Muito verde, trilhas para se percorrer, muito pinhão jogado no chão e uma vista maravilhosa para a cachoeira que leva o mesmo nome. Há uma cilada para turistas logo na entrada, onde eles te convidam para um elevador panorâmico. Fuja disso, guarde seu dinheiro para o Teleférico, é bem mais legal. Você paga R$ 12 por pessoa para entrar no parque e já tem a vista de um lugar privilegiado, na há necessidade de se pagar mais por isso. Lá também você encontra um trenzinho que percorre o parque, mas não fiz esse passeio, andei nas trilhas mesmo.

Uns 500 metros à frente do Parque do Caracol, você encontra o Parque do Teleférico. Preço salgado, R$ 25 por pessoa, mas achei que valeu a visita e andar no tal teleférico. Para quem não pretende andar nele, apenas para conhecer o parque eles cobram uma taxa de R$ 5, e de lá você também tem uma visão legal da cachoeira. Lógico que indo de teleférico é bem mais emocionante, mas isso porque eu gosto de andar neles, se pra você não interessa esse tipo de aventura, guarde seu dinheiro para algo mais interessante, pois por ali tem muita coisa a se fazer.
Igreja de Pedra

A Igreja de Pedra de Canela é muito bonita, digna de cartão postal, vale muito uma foto dela. Na mesma pracinha você encontra um centrinho comercial, mas de boa, não achei nada barato nesses lugares.

Há muitos lugares para se visitar nesse circuito, como fazendas e vinícolas, mas optei em não ir a nenhum deles. A não ser que deseja muito comprar embutidos, conhecer a histórias dos imigrantes e ver como se fabrica o vinho, esses lugares serão indispensáveis. Não foi meu caso.

Outra coisa que não perdi meu tempo foi com o Mundo a Vapor. Já tinha lido em outros blogues que era pura perda de tempo, e somente tirei a famosa foto em frente à locomotiva acidentada. Nada também de fábricas de sapatos ou malhas, onde eles enfiam a faca no turista.

Entrada do Labirinto Verde

Nova Petrópolis

Aqui sim dei uma passadinha bem rápida, só para conhecer o centro da cidade que tem uma praça, a chamada Praça das Flores, que realmente é muito bem cuidada e florida. Nela você encontrará o Labirinto Verde, uma espécie de labirinto feito com cerca viva que te remete a uma gostosa brincadeira para achar o centro do labirinto. Se você passar por lá, vale a pena tentar!



Dicas para curtir Gramado e Canela


  • Leve dinheiro vivo, não dependa somente de cartões porque há lugares onde eles não são aceitos. E com dinheiro em mãos você também consegue um descontinho em alguns lugares...
  • Não deixe de experimentar uma “sequencia de fondie”, como eles chamam o rodízio de fondie na região. Indico o Carlito’s, que tem boa qualidade e preço acessível (R$ 34 por pessoa em dinheiro). O rodízio inclui queijo, acompanhado de pão, batata ao vapor, polenta frita e goiabada (sim, goiabada); o de carne (filé, frango e linguiça, além de picanha, carnes exóticas, se preferir. Neste caso, o rodízio sai um pouquinho mais caro, cerca de R$ 39, se não me engano).
  • Chocolate tem pra todos os gostos e bolsos, mas em geral são meio que no mesmo preço em quase todas as lojas. Imperdível e impossível não levar essa doce lembrança do local.
  • Um chocolate quente também faz bem para esquentar o clima, e você acha em qualquer esquina.
  • Comida por lá é fondie, churrasco, sopa no pão, galeto e festival de truta. Mas você consegue comer do bom arroz e feijão se isso te fizer falta.
  • Quase tudo no circuito é pago, então aproveite bem as atrações gratuitas, como os parques da cidade (que são muito bonitos), o centro, as praças, e no caso de Gramado, a interessante Rua Coberta. Por lá há vários restaurantes com preços acessíveis. Na estrada que leva a Canela também está o Mirante de Belvedere. Uma vista muito linda da serra, mas ali se trata de um acostamento, então é preciso prestar atenção para não passar batido por ele.
  • Na Estrada das Hortênsias, antes de chegar em Canela, existe o Museu do Perfume. O legal é que a atração é gratuita, com vídeo sobre a história do perfume e uma longa coleção de marcas famosas. Pra quem curte perfume, como eu, é imperdível. No final da visita, é claro, você cairá na lojinha deles. Mas vale a pena porque os produtos estão num preço bem acessível. Você pode levar um mini-perfume por R$ 10, ou uma loção para as mãos, com cheirinho de uva, por R$ 15.
  • Não vá na ilusão de encontrar calçados ou malhas com bom preço. Tudo é muito caro, o que você ainda consegue levar como lembrança são as famosas camisetas com o nome do local. A não ser que você ache barato uma bota por R$ 200 ou R$ 300, aí sim estará fazendo bom negócio. Por ser loja de fábrica, eu não achei nada barato. Acho os mesmos produtos mais em conta na minha cidade.
  • Se você for de avião, alugue um carro. Sai bem mais em conta do que ficar contratando serviços para te levar aos lugares, já que o legal é ir de uma cidade a outra.
  • Em geral, as companhias de turismo te levam muito para passeios em fazendas e vinícolas. Não vale muito a pena, a não ser que queira mesmo conhecer uma e comprar seus produtos.  Prefira conhecer tudo sozinho, sem depender de companhias de turismo.
  • As cidades são bem calmas, mas com temperaturas amenas. Não esqueça de levar um agasalho, pois à noite a temperatura sempre tende a cair um pouco mais.

Todos os valores e impressões citada aqui ocorreram em minha viagem de maio de 2012, portanto, procure sempre da uma olhadinha nos novos valores antes de fechar seu passeio. E boa viagem!


Lago Negro




Mundo a Vapor




Centro de Canela


6 comentários:

  1. Gramado é uma cidade de beleza extradinária, principalmente na época de seu festival de cinema. De uma esticadinha até a chapada dos veadeiros (Quenions gauchos). Imaginem um lugar lindo de uma paisagem que deixaria até cego boquiaberto. Confira!

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Ótima dica.

    Ainda não conheço a região, mas pretende conhecer em breve.

    Eu também imaginava os preços salgadas e estas pequenas armadilhas para turistas infelizmente são comuns no Brasil.

    Gostei também sua observação sobre viajar por conta. Eu também sou adepto de viajar montando o próprio roteiro. Sempre fujo das agências de viagem.

    Abraço e um ótimo domingo.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, são cidades muito fofas e românticas. E o melhor:parecem frias! adoro *___*
    O ruim de viajar é achar alguém que possa ir na mesma época que você, cada um sai de férias em uma época, é complicado. Mas gostei mesmo da dica, vou anotar. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Morri de vontade de ir! Imagina que delícia tomar chocolate quente no sul, no inverno?! delícia!!

    ResponderExcluir
  5. Morro de vontade de ir conhecer essas cidades, estive me Porto Alegre em um congresso e acabei não tendo tempo de ir lá, uma pena. Agora depois de ler seus comentários fiquei com mais vontade ainda. E imagina uma chocolatra perdida nesse paraiso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Obrigado pelas dicas.
    paz.
    Dami

    ResponderExcluir