segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Natal – Capital de dias quentes e gente feliz


Morro do Careca

Localizada no nordeste brasileiro, bem próxima à linha do equador, a capital do Rio Grande do Norte, Natal, é conhecida por oferecer dias quentes em quase todo o ano. As temperaturas passam dos 30°C durante o verão, e chegam a 24ºC no inverno. Mesmo assim, os dias geralmente são abafados, e muitas vezes ensolarados. Por esse motivo, ela recebeu o título de “Cidade do Sol”.

Além do calor predominante no local, outro ponto que faz Natal ser uma cidade querida por todos que a visitam são seus moradores. Os potiguares são pessoas tranquilas, que sempre recebem os turistas com um sorriso no rosto e muita disposição para servir. Não é a toa que muitos que vão visitar a cidade resolvem se mudar para lá.

Fortaleza dos Reis Magos
A cidade é muito tranquila, e possui um visual de apaixonar qualquer amante da natureza. Praias com água cristalina e morna, temperatura agradável e uma culinária que agrada a todos fazem com que as praias e hotéis estejam sempre lotados.

O forte do local quando se fala em comida é o peixe, camarão e a carne de sol. Há opções para todos os gostos e bolsos.

O artesanato é outro ponto forte da região, sendo possível encontrar feirinhas com muitas lembrancinhas e arte por toda a cidade. O local mais badalado é a praia de Ponta Negra, onde existem mais opções de restaurantes e barzinhos. Para quem curte, também é possível esticar a noite em uma casa noturna com forró. Existem várias dedicadas para turistas.

Como principais pontos turísticos estão as praias dos Artistas, badalada e muito linda, e a de Ponta Negra, onde está localizado o Morro do Careca, cartão postal da cidade. A Fortaleza dos Reis Magos, construída em 1598 para impedir a invasão de estrangeiros que queriam dominar o território, além de sua importância cultural, traz uma linda paisagem da cidade e da própria estrutura.

Aeroporto de Natal
Em cidades próximas a Natal você também encontrará ótimos lugares para conhecer. Em Parnamirim, bem pertinho da cidade de Natal, está a Barreira do Inferno, base para lançamento de foguetes no Brasil. Já na Praia Pirangi do Norte, no mesmo município, você encontrará o maior cajueiro do mundo, ponto de parada de todos que vão passear em Natal. É em Parnamirim também que está o aeroporto da região.

Um passeio imperdível é conhecer as dunas de Genipabu, no município de Extremoz. Nas dunas você pode optar por fazer um passeio em buggy, que atravessa as areias e chega até um ponto que oferece uma paisagem maravilhosa.

É no município de Tibau do Sul que você encontrará a praia mais badalada da região. Pipa é do tipo praia pequena e charmosa, muito frequentada por turistas principalmente no período noturno, onde as baladas são mais agitadas.

Apesar de ser uma cidade pequena, Natal ao está longe da violência como outras capitais. Todo cuidado é pouco, principalmente para turistas. O ideal é não andar a noite sozinho e nem em lugares isolados.


Dicas para curtir Natal


- Segundo dizem, sempre há sol em Natal, mas claro que se você for no verão irá pegar um tempo maravilhoso. Fui em setembro e peguei sol todos os dias, porém não estava abafado, ventava muito.
Base de lançamento de foguetes Barreira do Inferno

- Natal é uma cidade apaixonante. Aproveite as diversas ferinhas de artesanato existentes por lá, e não deixe de comprar bastante castanha de caju, iguaria vendida em toda a cidade. Um pacotão custa R$ 10 (*).

- Todos que vão a Natal querem comer camarão. Portanto, há restaurantes especializados no bichinho. Coisa pra turista mesmo. Há opções mais baratas, se procurar. Ponta Negra é o lugar onde você encontra mais restaurantes e preços mais em conta.

- Uma das melhores coisas para se fazer em Natal é alugar um carro. Como viram no texto, há muitas coisas legais para se visitar fora da cidade, e um carro ajuda muito nessa hora. Alugamos um no aeroporto mesmo, saiu R$ 250 (*) para 5 dias.

Praia de Pipa
- Para curtir praia, o melhor mesmo é sair da cidade. Achei a praia dos Artistas muito bonita, me pareceu boa pra banho também. Quanto a Pipa, é bem longe, uns 90 km de Natal, mas vale a pena. A praia é bonitinha, tem uma vilinha bem legal cheia de lojinhas. Dizem que o bom mesmo é à noite, onde as baladas dominam a região. Já tem muita gente que gosta de agito que prefere se hospedar em Pipa que em Natal para aproveitar a vida noturna.

- Indispensável ir ás dunas de Genipapu. Apesar do preço, faça um esforço para andar de buggy, porque vale muito a pena. Pagamos o casal uns R$ 160 (*). Se pedir com emoção, será mais divertido ainda. A vista em cima das dunas é maravilhosa, parece que você está nas Arábias! A única coisa que não gostei lá foi o turismo exploração de animais. Dromedários e burrinhos sendo explorados para servir de atração turística. Vi e não apoio.
Dunas de Genipabu

- A Fortaleza dos Reis Magos foi outro lugar que achei maravilhoso. Possui uma vista privilegiada da cidade e a construção é muito bonita. Já o tal “maior cajueiro do mundo” eu não achei a mínima graça. Ah, é uma árvore grande, você ainda paga para entrar e ver os galhos da mesma. Tirei foto do lado de fora mesmo e aproveitei a feirinha que tem ali, que tem bastante variedade.

- O Morro do Careca é cartão postal, porém a praia é muito ruim. Além do mais, nunca vá para trás do morro, é super perigoso. A cidade é si é calma, mas com turista todo cuidado é pouco. Evite sair sozinho à noite e em lugares muito isolados. Nas ruas fora a da praia, em que há hotéis em Ponta Negra, dizem que é perigoso durante a noite. Melhor precaver e evitar aborrecimentos.

Hotel D'Beach resort
- Amei Natal, o povo é muito simpático e tranquilo, muito receptivo. Fiquei hospedada no hotel D’Beach Resort, em Ponta Negra. Não é bem dizer um resort, mas achei um bom hotel, me hospedaria lá novamente. Tem piscinas boas, restaurante, atrações e está bem localizado. A única coisa ruim é quando você se hospeda em chalés acima do 4º andar, pois lá é morro e você tem que subir escadas ou ladeiras que cansam bastante. Fiquei no 6º andar, portanto só descia no máximo duas vezes, uma para o passeio e outra para o jantar.

- Aproveite para experimentar os sucos e sorvetes com as frutas da região: goiaba, caju, caja, mangaba, umbu, entre outras delícias.



(*) valores referente a setembro de 2013

6 comentários:

  1. Um belo passeio. Ainda nao conheço Natal, mas fiquei com mais vontade ainda de conhecer.
    beijos

    ResponderExcluir
  2. É um local que ainda não conheço.

    Sobre a castanha de caju, aqui em SP o quilo está na faixa de R$ 50,00....rs

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Aaa natal é um lugar lindo e aqui pertinhoo!

    http://soltandooosbichos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Que linda postagem amiga Silvia!! Diz-se que o Natal no Brasil é quente,será verdade??!! Eu cá em Portugal passo imenso frio no mês de dezembro. Beijinhos fofinhos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, aqui no Brasil a época de Natal é no verão, e a cidade de Natal faz calor principalmente nessa época. Beijos

      Excluir
  5. Sílvia, adoro seus textos.

    Parece que estou passeando lá, com você!!

    Amei as dicas…um dia, também quero conhecer Natal.

    beijinhos,

    Lígia e =ˆ.ˆ=

    ResponderExcluir