segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Thermas dos Laranjais – Diversão em piscina de água quente


O Thermas dos Laranjais é um parque aquático com piscinas de água quente que trazem não só um banho relaxante, mas a vantagem de não passar frio nas águas em qualquer época do ano.

Localizado na cidade de Olímpia, distante a 435 km da capital paulista, próximo à cidade de São José do Rio Preto, o Thermas recebe muitos visitantes durante o ano todo. Apesar de Olímpia ser uma cidade relativamente quente, onde o calor é muito forte durante o verão, ainda assim as piscinas oferecem um relaxante banho e grande procura de turistas.


O parque tem ótima estrutura, com muitas cadeiras e mesas para o banhista descansar e comer, lanchonetes e restaurantes, lojas, piscinas com toboáguas, praias artificiais, pista de surfe, rio lento de corredeira, piscinas de ressurgências (únicas no mundo), e outros tipos de diversão com bóias e água.

O único problema no parque é o excesso de gente aos fins de semana. O que faz com que a procura por um cantinho de descanso seja bem mais dificultosa e as filas dos brinquedos aquáticos muito volumosas.

A cidade de Olímpia está bem estruturada para receber os turistas. Há muitos restaurantes, bares, hotéis e pousadas por toda a sua extensão. Conhecida como “Capital Nacional do Folclore”, Olímpia agora está tentando o título de estância turística do Estado de São Paulo.


Dicas para curtir o Thermas dos Laranjais

- Chegue cedo se você quiser garantir uma mesa ou um armário. Apesar do parque possuir muitos, aos finais de semana lota, sendo mais difícil um lugar garantido. O parque funciona todos os dias, sendo que de terça a domingo ele abre às 8h e fecha às 20h. Na segunda ele abre às 9h.

- Todas as piscinas têm água quente, o que significa que mesmo em dias frios, você ficará aquecido dentro delas. As que possuem pedras são as mais quentes.

- Há muita diversão no parque, e muitas delas radicais. Se você é corajoso, vá à Xícara Maluca ou passe um tempo vendo o que acontece com os que descem por aquele toboágua. É simplesmente hilário.

- As piscinas de ressurgência são as únicas no mundo e estão lá no Thermas. Nunca vi nada parecido, é super interessante. Se você não sabe nadar, não tem problema. Lá você não afunda mesmo. O Mar de Israel é à base de sal, o que trará um incomodozinho se você estiver com alguma ferida ou machucado pelo corpo. Mas é muito interessante, pelo menos para ficar um pouco e conferir como é diferente de tudo o que você já viu.

- Fique tranquilo quanto à alimentação no parque. Além de você poder levar alguns petiscos em sua bolsa, a alimentação lá não e tão cara, e você pode comer sanduíches e porções que saem a menos que R$ 35 (*). Se sua fome for maior, também há restaurantes e churrascarias no complexo, e até um restaurante japonês para atender aos mais sofisticados.

- O Hidrobalanço foi a brincadeira mais divertida para mim naquele parque (não sou muito radical). Trata-se de dois balanços acoplados que são impulsionados por jatos de água. A brincadeira foi tão boa que em um dia só enfrentei a fila duas vezes (a fila é bem demorada, pois são só seis pessoas a cada rodada).

- A pista de surfe é bem radical e boa para aqueles que gostam do esporte ou querem praticar. O melhor dela é o toboágua que você cai assim que sai da pista. Chamado de “Tomboágua”, nele é possível descer em pé, ou tentar várias manobras, pois a descida proporciona isso. É muito legal mesmo, recomendo a descida por ele (você pode descer no Tomboágua sem precisar ir ao surfe, basta pegar outra fila).

- Apesar de anunciar que o parque fecha às 20h, às 18h já são fechadas as atrações, ficando somente as piscinas disponíveis, porém sem guarda-vidas.

- Há muitas opções de hotéis e pousadas com variados preços e gostos. Eu fechei um pacote com ingressos inclusos com a pousada “Tropical Vereda”. Achei o lugar muito aconchegante e interessante para crianças, pois possui mini fazendinha, passeio a cavalo com charrete (não gosto desse tipo de exploração animal, mas enfim...); pesqueiro, playground, piscina e campo de futebol. O meu pacote incluía meia pensão, então eu aproveitava a comida que era caseira e muito bem feita do restaurante da pousada.

- Acredite, um dia naquele parque te faz voltar pra casa com a sensação de “acabado”, super cansado (água quente relaxa demais!). Portanto, é interessante fechar uma meia pensão no hotel de sua escolha porque o cansaço pega mesmo.


- Por mais cansativo que seja, simplesmente amei a estrutura do parque e já falei que todos os anos quero voltar lá. Difícil de não gostar daquele lugar!



(*) Valores referentes a setembro de 2013

2 comentários:

  1. perfeito,no verão então!


    http://soltandooosbichos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. No entanto,deve ser uma viagem dificil de concretizar!! O que eu queria agora era poder ter dinheiro para visitar o local onde vivem os meus padrinhos na holanda mas infelizmente,cá em portugal,as coisas estão muito complicadas,vive-se uma crise terrivel. Mesmo assim,eu te desejo um excelente 2014,tudo de bom para ti,beijinhos fofinhos,fica com deus e até breve!!

    ResponderExcluir