quarta-feira, 14 de agosto de 2013

MTV terá a presença de ex-VJs para sua despedida. O que deu errado no canal de música brasileiro?



Como já se é sabido, a MTV, que está no ar desde 1990, fechará suas portas. E para a despedida, ex-VJs participarão de um programa com a retrospectiva do canal, o “My MTV”.

Thunderbird, Zeca Camargo, Sarah, João Gordo e Astrid Fontenelle serão alguns dos participantes do programa especial. Esta última, inclusive, disse que foi quem “acendeu e apagará” a emissora.

Em 1990, quando a MTV brasileira iniciou sua programação, era o auge dos videoclipes. A emissora tinha uma boa audiência e uma linguagem juvenil que atraia a muitos.

Depois de um tempo, a música foi perdendo espaço, e programas americanos e de relacionamentos tomaram conta da grade. Mas o que aconteceu para que a MTV acabasse dessa maneira?

Há quem diga que os videoclipes cansaram, que o You Tube apresenta todos os vídeos que você queira ver, sem ter a necessidade de se esperar para assistir na televisão.

Eu, sinceramente, não penso assim. Sou de uma geração que curtia muito videoclipe, e assistia a MTV porque queria ver minhas músicas preferidas em vídeos. Assim que a proposta da MTV quase que zerou a música de sua programação, deixou de ser um canal para minhas preferências.

Hoje, por exemplo, além do computador, do famoso You Tube, quando quero ver os vídeos das músicas que gosto assisto ao "TVZ", do canal Multi Show, da TV paga. É lógico que nem todos têm acesso a esse canal, visto ser da TV paga, assim como VH1, e outros canais musicais, mas estes se tornaram a opção para quem curte videoclipe.

Talvez também a nova geração não goste muito de videoclipe, ou talvez o fato da “falência” que vem sido especulada pelo Grupo Abril, proprietária da emissora no Brasil, tenha encerrado a vida da MTV.

Outra especulação é que a MTV possa mudar de nome e até mesmo de proposta para evitar a tal falência. Seja como for, nunca mais a MTV será a mesma.


Assisti o nascimento da emissora, e confesso que curtia muito. Mas não vou assistir ao seu final, já que hoje, a MTV não é mais nada do que eu gostava e não tem o principal do nome, a “M” (Music).

5 comentários:

  1. Silvia, concordo totalmente com seu pensamento.

    Também vi a MTV nascer numa época em que o videoclip estava no auge e praticamente não existiam programas no Brasil sobre o tema.

    Deixar a música de lado foi o grande erro, o canal perdeu a audiência de todo o pessoal da nossa faixa etária, dando espaço apenas para adolescentes falarem de sexo.

    Este erro veio à tona agora com o problema financeiro do Grupo Abril.

    É uma pena, hoje o VH1 tomou o lugar da MTV por aqui.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Acho que a MTV já deveria ter encerrado há tempos. Os apresentadores são até que bons ,mas a programação está um lixo. Nunca gostei muito da MTV por ter nascido na época que ela já estava um pouco "batida",então eu prefiro ver os vídeos no TVZ.

    http://mylittleeverithing.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Uma pena...eu adorava passar as tarde vendo os programos da MTV! Adorava o disk!!

    ResponderExcluir
  4. Que pena!! Eu sempre curti a MTV, até depois que os clipes foram diminuindo!

    ResponderExcluir
  5. Eu concordo contigo. Eu fui adolescente nos anos 80 e quando estreou a MTV em 1990, ela veio com tudo. Preencheu a lacuna musical do jovem da época, que podia, finalmente, curtir os vídeos das bandas favoritas.
    Deixar de lado a música foi um erro gigantesco. O que se espera de uma TV musical é música. e notícias do meio musical. Comédia e outros assuntos eu procuro em outras emissoras.
    É uma pena!

    ResponderExcluir