sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Crítica: Percy Jackson e o Mar de Monstros


Sequência supera primeiro filme e traz boas aventuras para Percy Jackson




Percy Jackson e o Mar de Monstros (Percy Jackson and the Sea of Monsters) traz o jovem semideus em mais uma aventura para cumprir seu destino.

Desta vez, ele tem que encontrar o “velocino de ouro” para salvar a árvore que foi envenenada e protege o acampamento em que treina seus poderes especiais. Só que para isso, terá que se aventurar no Mar dos Monstros, localizado no Triângulo  das Bermudas, enfrentando os perigos do local e de seu desafeto, Luke (Jake Abel).

Annabeth (Alexandra Daddario) ajudará seu amigo Percy a resgatar Grover (Brandon T. Jackson), que foi sequestrado por Luke devido à necessidade de um sátiro para enganar o ciclope que vive no Mar dos Monstros.

Percy (Logan Lerman) está mais crescido. Não só ele, mas o filme também cresceu bastante. O primeiro longa da saga não foi tão empolgante, mas este aqui promete um pouco mais aos fãs do livro.

O jovem semideus parece estar dominando melhor seus poderes, mas tem que conviver com a rivalidade de Clarisse (Leven Rambin), que se acha a mais poderosa entre os meio-sangues. A jovem é arrogante e faz de tudo para humilhar Percy nas provas do acampamento.

Além de Clarisse, outra novidade que chama a atenção no filme é Tyson (Douglas Smith), o meio-irmão de Percy. Ele também é filho de Poseidon, porém é um ciclope. Acredite, ele é a melhor coisa no filme. A participação deste personagem é um importante ingrediente em Percy Jackson e o Mar dos Monstros.

O filme ainda traz a participação de Nathan Fillion no papel do deus Hermes, pai de Luke.

As cenas e fotografias do filme estão muito boas. Os efeitos especiais ficaram legais no 3D, e tudo está bem explicado na história.

O elenco todo está muito bem entrosado, e a má impressão que tive no primeiro filme passou voando ao ver esta sequência. O final do filme traz uma importante revelação, que deverá agradar aos fãs do livro.

Se você, como eu, não achou muita graça em Percy Jackson e o Ladrão de Raios, pode tentar mais uma vez com o Mar de Monstros. E se gostou do primeiro, com certeza curtirá mais ainda o segundo.



3 comentários:

  1. Sou fã da saga e, o primeiro filme foi horrível comparado ao livro. Pelos trailers e imagens Mar de Monstros parece estar mais fiel ao livro do que o primeiro .

    http://mylittleeverithing.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. O autor destes livros é ótimo, embora eu não tenha lido a série do Percy somente outra trilogia dele ( baseado em outra mitologia ). O primeiro filme eu vi só uns pedacinhos na TV, nada que tenha me prendido atenção, mas fiquei interessada neste segundo até pq dizem que os livros vão só melhorando e pelo visto os filmes também.
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Engraçado, Silvinha. Vi, curti, mas me fixei mais no primeiro. Talvez pela novidade, do que vinha, de como a história era contada .... O 2° mostra mais o acampamento, embora haja a aventura, mas gostei da deixa para a continuação. Nosso "herói" aparece meio abobalhado aqui, mas n n cenas lembram um Harry Potter. rs Adoro a temática mitos e deuses, então o filme todo é um prato cheio para mim. O meio-irmão e novos personagens são tb uma grata surpresa, só o Dionísio lá q estava fraquinho, fraquinho ... Então, o melhor de tudo mesmo é que o filme resgata o tema e passa longe de filmes como "Fúria de Titãs". Ah, o novo garoto é a cara do Brendan Fraser!

    ResponderExcluir