quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Santo Antonio do Pinhal – tranquilidade perto do agito







Localizada no Vale do Paraíba Paulista, a 173 km de São Paulo, e cerca de 12 km de Campos do Jordão, Santo Antonio do Pinhal é uma cidade no meio da serra, tranquila e charmosa, com aquele clima de montanha super agradável.

Por ser muito próxima a Campos do Jordão, a vantagem é poder se hospedar ali e curtir Campos a hora que quiser, já que lá é mais caro para se hospedar e bem mais cheio até para estacionar.

A cidade é pequena, mas possui uma grande área rural. É interessante conhecer essa região rural de santo Antonio do Pinhal, pois você vai encontrar muita coisa legal, como A Bodega, uma cachaçaria muito agradável, que proporciona um passeio legal e várias opções de bebidas, chaçacas e doces para comprar. Fontes e laguinhos compõe a beleza do lugar.
Jardim da cachaçaria A Bodega

Um lugar legal que achei no meio do morro foi a Pharmácia de Quintal. Logo de cara encontrei uma gatinha amamentando sua prole e já me encantei com a lojinha. Lá você encontra produtos naturais para banhos, chá, temperos e essências para o corpo e lar.

A estação de trem Eugenio Lefréve oferece uma boa vista do vale do Paraíba aos pés da estátua da Nossa Senhora Auxiliadora. A estação ainda conta com bar e lojinha para compra de comidinhas e produtos artesanais.

Logo no começo da cidade, um passeio imperdível é o Ecco Parque Jardim dos Pinhais. Lugar muito agradável, que oferece visitação monitorada para conhecer um dos jardins mais belos e completos de nosso país. O Ecco Parque foi o primeiro jardim temático do Brasil. Vale muito a pena fazer a visita.

Praça do artesão - monumento japonês
Santo Antonio do Pinhal é cheia de fontes de água natural. É possível abastecer sua garrafinha de água em qualquer uma delas.

As principais atrações da cidade, além das fontes naturais, são os diversos restaurantes que oferecem truta e picanha como principal refeição da região; a praça do artesão e sua arquitetura japonesa; o Mirante do Cruzeiro, que oferece uma bela vista da cidade e é acessado pela trilha das cruzes; as igrejas e praças; as cachoeiras do Cassununga e do Lageado, e os diversos ateliers e lojinhas de doces, queijos e patês.

Para quem gosta de curtir o clima da montanha sem muito agito, Santo Antonio do Pinhal é a dica. Mesmo porque, o agito está ali, bem ao lado, em Campos do Jordão.



Dicas para curtir Santo Antonio do Pinhal


Igreja de Santo Antonio do Pinhal
- A maior dica é essa: a hospedagem sai mais em conta do que em sua vizinha, Campos do Jordão, sendo muito fácil (para quem está de carro) acessar a cidade a hora que desejar.

- Fiquei hospedada na Pousada Pinhalense. Fica bem do ladinho do Mirante do Cruzeiro, lugar tranquilo, um café da manhã muito gostoso, sem contar com o sossego do quarto e simpatia dos proprietários.

- O Ecco Parque é um passeio imperdível. Primeiro jardim temático do país, você paga a entrada mas tem direito a visita monitorada e desconto no restaurante Jardins. Vou dizer que vale a pena o desconto que você ganha para almoçar no restaurante. Sai o mesmo preço dos restaurantes da cidade e a comida é muito gostosa. Quanto ao parque, aprecie as belas flores e árvores do jardim, imagens inesquecíveis.

Restaurante Jardins - Truta com lascas de amêndoas

- Fui tentar conhecer a cachoeira do Cassununga, não tinha muita corredeira então fui procurar outros atrativos. Foi aí que achei o A Bodega, que vende cachaças artesanais, vários sabores, tudo com direito a experimentar. São tantas que se você não tomar cuidado sai de lá bêbado. Também há queijos, doces e salames à venda na lojinha. Aproveite para visitar os jardins do A Bodega, é muito bonito.

- A Pharmácia de Quintal também é muito legal pra quem curte cheirinhos e produtos naturebas. Lá você encontra sais de banho, odorizadores de ambiente, sabonetes artesanais, sais misturados com ervas de uso culinários, e muitas outras coisas legais. Fica num morro, meio escondidinho, mas tem placas e não fica tão difícil de achar.

- Restaurantes: o preço é mio tabelado na cidade toda,  mas você encontra alguns mais caros do que o normal. Fui no Santa Truta, onde experimentei a linguiça de truta, muito boa por sinal. Comida gostosa, preço razoável. O Picanha e Pasta, que fica no Shopping Vilarejo, também é muito bom. Carne de primeira. Todos têm o preço mais ou menos parecido com o de Campos, talvez um pouco mais em conta.

Jardins do Ecco Parque
- Campos do Jordão está bem pertinho mesmo. Portanto, se você gosta do barulho de lá, não custa nada dar um pulinho e passar o dia (ou noite) por ali. O bom é que em Santo Antonio do Pinhal tudo é mais tranquilo, rola o movimento da noite, mas é bem mais calmo. Na hora de dormir, melhor ainda.

- Dê um pulinho na estação Eugênio Lafréve. Você verá aquele romantismo da época das ferrovias, além da bela visão aos pés da virgem.

- O Pico Agudo é um lugar muito legal pra ir, porém você enfrenta uma subidinha feroz montanha acima. Se você é daqueles que tem dó do carro, melhor não arriscar. Mas se tentar subir, com certeza terá uma bela visão do Vale do Paraíba. Eu subi, porém estava meio chuvoso e não consegui ver nada de lá de cima devido a serração.

- Santo Antonio do Pinhal é uma cidade bem pequena, porém muito bem sinalizada. Não é difícil andar por lá, tem placas de tudo. As pracinhas são muito agradáveis, tem lojinhas de artesanato e comidinhas pra todo lado. Um lugar que me encantou demais.


Um comentário:

  1. Nossa como é gostoso ler seus posts turísticos! Adoramos! Nós que somos cearenses e não conhecemos Campos do Jordão, muito menos Santo Antônio dos Pinhais, é muito agregador ter acesso a informações assim porque nos ajuda a escolher melhor e como usufruir de determinados lugares, sem ser somente guiado por excursões.Um beijo bem grande!!!

    ResponderExcluir