quarta-feira, 12 de junho de 2013

Review da 1ª temporada: Da Vinci’s Demons

  
Ao assistir o primeiro episódio de Da Vinci’s Demons já tive a certeza de que seria uma série interessante. Digamos, interessante e inteligente. O jovem Leonardo Da Vinci (Tom Riley) sabe coisas muito além do mundo em que vive.

Toda a história gira em torno do desejo do jovem em descobrir as verdades por trás da política da igreja católica e dos governantes de Roma, além de localizar a chave do Cofre dos Céus, onde estariam guardados os segredos do universo. Aos 25 anos, Leonardo é inteligente demais e consegue ver as coisas de uma maneira diferente, com cálculos que os levam à construção de novos inventos que ajudarão o progresso de sua geração. E essa é sua arma principal para derrotar os inimigos.

Outro aspecto que faz o mistério da série é o fato de ele não se lembrar de sua mãe e não saber qual foi o seu destino. Leonardo é um bastardo e foi criado por Andrea Del Verrocchio, que ensinou o dom da arte para o jovem cheio de talentos.

A primeira temporada de Da Vinci’s Demons tem oito episódios, com cenas de sexo e nudez e momentos em que muita atenção é necessária para não se perder na trama.

A série já foi renovada para uma segunda temporada logo em sua primeira exibição, e já se cogita a terceira temporada devido a boa audiência.



Daqui pra frente, spoiler


A série é de fato interessante. O tal Da Vinci apresentado parece muito com o que seria o original, inteligente demais.

Certos momentos da série você realmente precisa dedicar atenção, o que quer dizer que ela não agradará a quem  gosta de assuntos mais leves, com mais humor.

Da Vinci’s Demons é mais séria, sisuda às vezes, nos dando a ideia de um jovem que parece nem ser deste mundo devido sua inteligência, e que corre contra o tempo para desvendar os mistérios da vida, enquanto procura a verdade sobre sua mãe e lida com assuntos proibidos na época, como a falta de obediência à igreja católica e o homossexualismo, além de outras coisas vistas pelo povo como bruxaria.

O último episódio termina deixando-nos a sensação de “e agora, o que aconteceu?”, e teremos que esperar mais um ano para saber se Da Vinci conseguiu livrar os Medici e Florença da fúria da igreja romana.


E ao que parece, a traidora da Lucrezia está se apaixonando pelo jovem Leonardo, e talvez pinte aí até um arrependimento, já que ela também ajudou a esposa de Lorenzo a se salvar da morte certa.

Esperando pela segunda temporada.


5 comentários:

  1. Tô morrendo de vontade de assistir!!!!

    Bjinhos
    Nath e Pepe

    ResponderExcluir
  2. Comecei a assistir agora. Vi os dois primeiros episódios e adorei. Vou terminar logo porque achei boa demais.

    Beijos,
    Carissa
    www.carissavieira.com

    ResponderExcluir
  3. Já posso falar: estou viciada nessa série!! Tem tudo o que eu queria: um nerd fora da sua época, conspirações contra a Igreja Católica, fotografia perfeita, trilha sonora linda... estou apaixonada!

    E por falar em trilha sonora, essa está me deixando com o coração na mão! É que na semana que começamos a assistir Da Vinci's Demons, meu esposo chegou com dois filhotinhos de gatos perdidos, e durante um mês, preparamos esses dois para a adoção. Por estar envolvida com essa série durante os cuidados com esses dois, é só ouvir a música e eu já me lembro dos gatinhos! Um já foi para o novo lar no sábado. Esse fim de semana, talvez, irá o outro! E eu ficarei com a música para lembrar desses dois bebezinhos lindos, só morrendo de saudades!! É cada coisa, hehehehe!!!

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  4. Awn, acabei de saber que o outro vai embora sábado agora!! Snif, vou baixar a trilha sonora do Da Vinci's Demons para ficar lembrando deles, hehehehe!!

    Beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  5. Nossa, até eu que não curto muito gostei... fiquei interessada em assistir... mostrei para meu marido seu post... beijso Renata...

    ResponderExcluir