sexta-feira, 3 de agosto de 2012

A decadência de A Liga faz Band apostar em realitys bobos


Já não é de hoje que o jornalístico-documentário A Liga vem decaindo cada vez mais no horário nobre das terças na Band. Há quem aposte que tudo se deve à saída de Rafinha Bastos, que deixou o programa no final de 2011 após polêmica que envolveu cantora, e que rendeu processo e o que mais teve direito.

Não sei bem se foi só isso, mas o programa de fato vem perdendo em qualidade. Rafinha era um ótimo apresentador para A Liga, creio que um dos melhores que passou ali. A Liga também já teve como apresentadores Rosanne Mulholland, que hoje é a professorinha Helena de "Carrossel", Tainá Muller, Sophia Reis e Lobão, que, segundo corre o boato, não aceitava algumas perguntas que era obrigado a fazer para os entrevistados.  Hoje, quem apresenta a atração é Débora Vilalba, Thaíde, Cazé Peçanha e Mirian Bottan.

Mas como TV é feita de retorno financeiro, e A Liga não vem agradando mais, olha só o que a Band colocará no lugar: “Quem Quer Casar com Meu Filho?”. Sério, este é o nome da próxima atração que entrará no lugar do derrubadinho A Liga.

Agora, imagina: um reality show onde a mãe é quem ajuda a encontrar um pretendente para o filho. Realiza a imagem. Merecemos? Pois é, mas vai entrar no lugar de A Liga, provavelmente em outubro. E se terá audiência? Sei lá, é esperar para ver mesmo.

Além disso, “Mulheres Ricas” chega até o final do ano com sua 2ª temporada. É mole? A desculpa é que o programa deu grande repercussão e bons índices de audiência. Fala sério.

Mas é isso, enquanto bons programas vão se decaindo (sim, porque A Liga chegou a ser bom e até ganhou prêmio em seu primeiro ano de exibição), vamos enchendo a grade com realitys bobos para agradar (?) a galera.

2 comentários:

  1. Com certeza a saída do Rafinha Bastos foi péssimo para o programa. A escolha do Lobão poderia dar certo se ele tivesse liberdade.

    Mesmo estando abaixo da primeira temporada, ainda considero um bom programa, para quem tem um pouco de idade, ele lembra o antigo "Documento Especial" que marcou época no final dos anos oitenta.

    O final do programa é uma pena, pior ainda são esses realitys que não valem sequer um comentário.

    Abraço e uma boa semana.

    ResponderExcluir
  2. uma pena....eu adorava A Liga...não perdia um.

    ResponderExcluir